Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Flamengo leva susto, mas supera Resende na estreia da equipe principal

Terça, 4/2/2020 8:10.

Publicidade

A estreia da equipe principal do Flamengo na temporada teve susto, mas acabou com final feliz para os mais de 50 mil torcedores que foram ao Maracanã nesta segunda-feira. Após sair atrás do placar, o time do técnico Jorge Jesus virou o jogo contra o Resende e venceu por 3 a 1, pela quinta rodada da Taça Guanabara.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos 10 pontos, mesma pontuação do Boavista, e está na segunda colocação do Grupo A. O Botafogo está em terceiro, com nove. Na última rodada, o time rubro-negro, que até então estava jogando com o time sub-20, decide vaga na semifinal contra o Madureira, sábado, no Maracanã

Alef Manga abriu o placar para o Resende no segundo tempo, mas Pedro, Gabriel e Bruno Henrique viraram para o Flamengo.

O primeiro tempo foi de ataque contra defesa. O Flamengo com posse de bola, movimentação e troca de passes. O Resende na retranca, fechando os espaços. Neste cenário, melhor para quem entrou em campo para destruir e não construir.

O Flamengo buscou. O placar de 0 a 0 não persistiu pela falta de capacidade da equipe que ganhou quase tudo no ano passado. Na base do talento, Bruno Henrique acertou um chute no travessão, aos 37 minutos, ao receber passe de Filipe Luís. O próprio atacante teve outra chance um minuto depois. O goleiro Ranule evitou o gol.

O Resende viu Arrascaeta perder outra chance aos 45 minutos, em jogada de Bruno Henrique que o uruguaio finalizou para fora. O Flamengo levou apenas um único susto, aos 47, quando Caio Cézar aproveitou falha de Rafinha para finalizar. Diego Alves, que era um mero espectador, fez ótima defesa com o pé.

A etapa final começou com o mesmo panorama do primeiro tempo. O Flamengo pressionando atrás do gol e o Resende se defendendo. Estreante, o zagueiro Gustavo Henrique quase fez de cabeça, aos 8 minutos, quando Ranule fez outra ótima defesa.

Com muito campo para atacar, Jorge Jesus tirou Diego e colocou Michael, outro reforço para esta temporada. A ideia era ganhar mais velocidade. A paciência do português para ver o resultado não durou muito. Seis minutos depois outra estreia: Pedro entrou no lugar de Arrascaeta.

Ao avançar ainda mais suas peças, o Flamengo foi punido com um contra-ataque perfeito do Resende no lance seguinte. Alef Manga, que havia entrado ainda no primeiro tempo, avançou em velocidade e chutou da entrada da área para superar Diego Alves. O atacante imitou o gesto de Gabriel, o Gabigol, na comemoração.

O Flamengo não diminuiu o ritmo, conseguiu empatar e depois virar para alegria dos mais de 50 mil no Maracanã. A igualdade foi alcançada aos 29 minutos. Gabriel lançou Filipe Luís na esquerda, que cruzou para Pedro. O atacante finalizou. A bola bateu em Rezende e entrou.

A virada saiu aos 37, com o retorno da dupla que deu tantas alegrias no ano passado. Bruno Henrique cruzou e Gabriel marcou de cabeça. Pedro apareceu novamente para fazer boa jogada pela direita e cruzar para Bruno Henrique, aos 41, fechar o placar.

FICHA TÉCNICA:

RESENDE 1 X 3 FLAMENGO

RESENDE: Ranule; Dieguinho, Eduardo Grasson, Kevyn e Murilo Henrique; Rezende, Vitinho, Roger Bastos (Alef Manga), Caio Cézar e Geovani (Bidía); Zizu (Waldir). Técnico: Edson Souza.

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Thuler, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Michael), Arrascaeta (Pedro) e Everton Ribeiro (Gerson); Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Jorge Jesus.

GOLS: Alef Manga, aos 19, Pedro, aos 29, Gabriel, aos 37, Bruno Henrique, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Diego da Silva Lourenço.

CARTÕES AMARELOS: Thuler, Gabriel, Resende, Gerson.

PÚBLICO: 50.454 pagantes.

RENDA: R$ 1.796.902,00.

LOCAL: Maracanã, no Rio de Janeiro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Flamengo leva susto, mas supera Resende na estreia da equipe principal

Publicidade

Terça, 4/2/2020 8:10.

A estreia da equipe principal do Flamengo na temporada teve susto, mas acabou com final feliz para os mais de 50 mil torcedores que foram ao Maracanã nesta segunda-feira. Após sair atrás do placar, o time do técnico Jorge Jesus virou o jogo contra o Resende e venceu por 3 a 1, pela quinta rodada da Taça Guanabara.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos 10 pontos, mesma pontuação do Boavista, e está na segunda colocação do Grupo A. O Botafogo está em terceiro, com nove. Na última rodada, o time rubro-negro, que até então estava jogando com o time sub-20, decide vaga na semifinal contra o Madureira, sábado, no Maracanã

Alef Manga abriu o placar para o Resende no segundo tempo, mas Pedro, Gabriel e Bruno Henrique viraram para o Flamengo.

O primeiro tempo foi de ataque contra defesa. O Flamengo com posse de bola, movimentação e troca de passes. O Resende na retranca, fechando os espaços. Neste cenário, melhor para quem entrou em campo para destruir e não construir.

O Flamengo buscou. O placar de 0 a 0 não persistiu pela falta de capacidade da equipe que ganhou quase tudo no ano passado. Na base do talento, Bruno Henrique acertou um chute no travessão, aos 37 minutos, ao receber passe de Filipe Luís. O próprio atacante teve outra chance um minuto depois. O goleiro Ranule evitou o gol.

O Resende viu Arrascaeta perder outra chance aos 45 minutos, em jogada de Bruno Henrique que o uruguaio finalizou para fora. O Flamengo levou apenas um único susto, aos 47, quando Caio Cézar aproveitou falha de Rafinha para finalizar. Diego Alves, que era um mero espectador, fez ótima defesa com o pé.

A etapa final começou com o mesmo panorama do primeiro tempo. O Flamengo pressionando atrás do gol e o Resende se defendendo. Estreante, o zagueiro Gustavo Henrique quase fez de cabeça, aos 8 minutos, quando Ranule fez outra ótima defesa.

Com muito campo para atacar, Jorge Jesus tirou Diego e colocou Michael, outro reforço para esta temporada. A ideia era ganhar mais velocidade. A paciência do português para ver o resultado não durou muito. Seis minutos depois outra estreia: Pedro entrou no lugar de Arrascaeta.

Ao avançar ainda mais suas peças, o Flamengo foi punido com um contra-ataque perfeito do Resende no lance seguinte. Alef Manga, que havia entrado ainda no primeiro tempo, avançou em velocidade e chutou da entrada da área para superar Diego Alves. O atacante imitou o gesto de Gabriel, o Gabigol, na comemoração.

O Flamengo não diminuiu o ritmo, conseguiu empatar e depois virar para alegria dos mais de 50 mil no Maracanã. A igualdade foi alcançada aos 29 minutos. Gabriel lançou Filipe Luís na esquerda, que cruzou para Pedro. O atacante finalizou. A bola bateu em Rezende e entrou.

A virada saiu aos 37, com o retorno da dupla que deu tantas alegrias no ano passado. Bruno Henrique cruzou e Gabriel marcou de cabeça. Pedro apareceu novamente para fazer boa jogada pela direita e cruzar para Bruno Henrique, aos 41, fechar o placar.

FICHA TÉCNICA:

RESENDE 1 X 3 FLAMENGO

RESENDE: Ranule; Dieguinho, Eduardo Grasson, Kevyn e Murilo Henrique; Rezende, Vitinho, Roger Bastos (Alef Manga), Caio Cézar e Geovani (Bidía); Zizu (Waldir). Técnico: Edson Souza.

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Thuler, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Michael), Arrascaeta (Pedro) e Everton Ribeiro (Gerson); Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Jorge Jesus.

GOLS: Alef Manga, aos 19, Pedro, aos 29, Gabriel, aos 37, Bruno Henrique, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Diego da Silva Lourenço.

CARTÕES AMARELOS: Thuler, Gabriel, Resende, Gerson.

PÚBLICO: 50.454 pagantes.

RENDA: R$ 1.796.902,00.

LOCAL: Maracanã, no Rio de Janeiro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade