Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Time do projeto ‘Tá na Bola, Tá na Escola’ vai jogar contra o Santos em fevereiro

Terça, 14/1/2020 7:57.
Divulgação/Instituto Neka do Carmo
O professor com uma das equipes

Publicidade

Um time formado com os melhores jogadores do projeto social ‘Tá na Bola, Tá na Escola’, de Balneário Camboriú, está se preparando para um amistoso contra o Santos (Sub 13), na Vila Belmiro, no próximo mês. Os treinos estão acontecendo aos sábados no campo da Vila Real. Antes da viagem, a equipe será testada em um amistoso contra o sub 13 do Avaí, em data a confirmar.

O técnico do time Onivaldo Aparecido do Carmo, conhecido como Neka, contou que o amistoso foi um convite do professor Antonio Luca, ex-parceiro de Pelé no Santos e atual técnico da seleção brasileira de futebol master. Neste amistoso, alguns Jogadores serão avaliados, como Léo, Gustavo, Hendrick e outros.

Um sonho real

Professor Neka criou o projeto social há dois anos, para meninos de 7 a 17 anos, que moram nos bairros Municípios ou Vila Real.

“O Instituto Neka do Carmo nasceu de um sonho. Queria fazer um trabalho social para crianças e jovens carentes em bairros com grau alto de vulnerabilidade. Outros professores que têm o mesmo sonho ajudaram e o projeto tornou-se real”, disse.

Trabalham com ele os professores Christian Carmo (filho) e Alex. Também são colaboradores do projeto Ricardo e Paulo Feio, pais de atletas e sua esposa Cris.

“Além de treinos e jogos, fazemos festa em datas importantes, Páscoa, dia das Crianças e Natal. O consulado do Internacional de Porto Alegre é um dos fortes parceiros que fazem a festa das nossas 200 crianças”, conta Neka.

Nestes dois anos, as equipes sub 13, sub 15 e sub 17 conquistaram títulos e alguns jogadores já foram testados em grandes clubes.

“Em 2019 foram várias conquistas, apesar de treinar esses meninos só uma vez por semana. Fomos campeões em três categorias numa viagem de dois dias a Presidente ‘Nereu. Vencemos o sub 15 no campeonato da academia Estilo livre. Campeões sub 13 e sub 15 do torneio da ACTIO, vice- campeões em Itajaí e campeões no torneio ‘Tá na bola, tá na escola’ sub 17, em dezembro na Vila Real”, enumerou o professor Neka.

Esperança para 2020

Neka disse que os treinos estão acontecendo provisoriamente no campo da Vila Real, mas a expectativa de todos é retornar ao campo do Bairro dos Municípios o mais breve possível.

“Por causa de outro projeto da prefeitura, parte do gramado do campo teria que sair. Mas acabaram tirando todo o gramado com a promessa de que em três meses estaria tudo pronto novamente. Já faz quase um ano e ainda não sabemos quando o campo ficará pronto. Perdi quase 300 crianças por sábado, porque o deslocamento para Vila Real é longe para muitos e minha meta é atingir os mais necessitados sempre. Friso também que não sou político e nem pretendo. Só quero ajudar a formar bons cidadãos. Futuros médicos, advogados, profissionais em geral, diminuindo assim número de ocorrências policiais no bairro e em toda a cidade. Hoje posso afirmar que nosso maior sonho é retornar ao campo do Bairro dos Municípios, onde tudo começou”, afirmou o professor Neka, que também é técnico do Master, do Marcílio Dias..

Neka: já surgiram alguns ‘feras da bola’ aqui

Neka e sua equipe


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/Instituto Neka do Carmo
O professor com uma das equipes
O professor com uma das equipes

Time do projeto ‘Tá na Bola, Tá na Escola’ vai jogar contra o Santos em fevereiro

Publicidade

Terça, 14/1/2020 7:57.

Um time formado com os melhores jogadores do projeto social ‘Tá na Bola, Tá na Escola’, de Balneário Camboriú, está se preparando para um amistoso contra o Santos (Sub 13), na Vila Belmiro, no próximo mês. Os treinos estão acontecendo aos sábados no campo da Vila Real. Antes da viagem, a equipe será testada em um amistoso contra o sub 13 do Avaí, em data a confirmar.

O técnico do time Onivaldo Aparecido do Carmo, conhecido como Neka, contou que o amistoso foi um convite do professor Antonio Luca, ex-parceiro de Pelé no Santos e atual técnico da seleção brasileira de futebol master. Neste amistoso, alguns Jogadores serão avaliados, como Léo, Gustavo, Hendrick e outros.

Um sonho real

Professor Neka criou o projeto social há dois anos, para meninos de 7 a 17 anos, que moram nos bairros Municípios ou Vila Real.

“O Instituto Neka do Carmo nasceu de um sonho. Queria fazer um trabalho social para crianças e jovens carentes em bairros com grau alto de vulnerabilidade. Outros professores que têm o mesmo sonho ajudaram e o projeto tornou-se real”, disse.

Trabalham com ele os professores Christian Carmo (filho) e Alex. Também são colaboradores do projeto Ricardo e Paulo Feio, pais de atletas e sua esposa Cris.

“Além de treinos e jogos, fazemos festa em datas importantes, Páscoa, dia das Crianças e Natal. O consulado do Internacional de Porto Alegre é um dos fortes parceiros que fazem a festa das nossas 200 crianças”, conta Neka.

Nestes dois anos, as equipes sub 13, sub 15 e sub 17 conquistaram títulos e alguns jogadores já foram testados em grandes clubes.

“Em 2019 foram várias conquistas, apesar de treinar esses meninos só uma vez por semana. Fomos campeões em três categorias numa viagem de dois dias a Presidente ‘Nereu. Vencemos o sub 15 no campeonato da academia Estilo livre. Campeões sub 13 e sub 15 do torneio da ACTIO, vice- campeões em Itajaí e campeões no torneio ‘Tá na bola, tá na escola’ sub 17, em dezembro na Vila Real”, enumerou o professor Neka.

Esperança para 2020

Neka disse que os treinos estão acontecendo provisoriamente no campo da Vila Real, mas a expectativa de todos é retornar ao campo do Bairro dos Municípios o mais breve possível.

“Por causa de outro projeto da prefeitura, parte do gramado do campo teria que sair. Mas acabaram tirando todo o gramado com a promessa de que em três meses estaria tudo pronto novamente. Já faz quase um ano e ainda não sabemos quando o campo ficará pronto. Perdi quase 300 crianças por sábado, porque o deslocamento para Vila Real é longe para muitos e minha meta é atingir os mais necessitados sempre. Friso também que não sou político e nem pretendo. Só quero ajudar a formar bons cidadãos. Futuros médicos, advogados, profissionais em geral, diminuindo assim número de ocorrências policiais no bairro e em toda a cidade. Hoje posso afirmar que nosso maior sonho é retornar ao campo do Bairro dos Municípios, onde tudo começou”, afirmou o professor Neka, que também é técnico do Master, do Marcílio Dias..

Neka: já surgiram alguns ‘feras da bola’ aqui

Neka e sua equipe


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade