Jornal Página 3
Geral
Após mais de 8 horas, cirurgia de Bolsonaro termina com 'êxito' em SP
Segunda, 28/1/2019 16:03.

Wilson Dias/Agência Brasil

Publicidade

TALITA FERNANDES E JOELMIR TAVARES (FOLHAPRESS)

Após mais de oito horas, a cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia do presidente Jair Bolsonaro foi encerrada na tarde desta segunda-feira (28).

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, o procedimento ocorreu "com êxito". "O boletim médico será divulgado tão logo seja autorizado pela equipe médica", afirmou, em nota.

Às 17h, segundo a pasta, haverá detalhamento à imprensa feito pelo porta-voz da Presidência da República, general Rego Barros, no Hospital Albert Einstein, onde Bolsonaro está internado.

Esta é a terceira cirurgia à qual ele é submetido desde que sofreu uma facada, em setembro de 2018, durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG).

Bolsonaro foi internado na manhã de domingo (27) para a realização de exames pré-operatórios e permanecerá no hospital pelos próximos dez dias.

A primeira-dama, Michelle, e 3 dos 5 filhos do presidente -Jair Renan, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)-, estão no Einstein.

Carlos, o mais próximo ao pai, permaneceu o tempo todo no centro cirúrgico. O senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ) e a caçula Laura não vieram.

A Presidência foi assumida na manhã desta segunda pelo vice, general Hamilton Mourão, que ficará no cargo nas primeiras 48 horas seguintes à operação.

Bolsonaro deve voltar a despachar a partir de quarta (30) e contará com um gabinete provisório em uma sala no Einstein, no mesmo andar do quarto em que está internado.

O GSI (Gabinete de Segurança Institucional), sob o comando do general Augusto Heleno, montou uma estrutura para que o presidente possa manter a rotina de despachos.

O Palácio do Planalto levou à capital paulista auxiliares técnicos e que dão suporte jurídico para a tomada de decisões do chefe do Executivo.

O escritório improvisado contará com um computador com internet, uma impressora e um telefone fixo. O espaço permitirá ainda que Bolsonaro se comunique com ministros e outros auxiliares que estejam fora de São Paulo por meio de videoconferência.

O governo trouxe também assessores de comunicação, como o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, para a realização de informações diárias sobre a saúde do presidente e atos do Executivo.

Ao final da cirurgia, Augusto Heleno disse à Folha que a demora se deu pela retirada de aderências do intestino.

"Não é uma cirurgia simples, não é só retirar a bolsa. Tem que abrir de novo e os médicos fizeram isso com o maior cuidado e delicadeza", disse.

Ele informou ainda que Bolsonaro ainda não voltou para o quarto, mas que a família foi informada pelos médicos sobre o êxito do procedimento pouco depois das 15h30.

Pela manhã, Flávio Bolsonaro postou nas redes sociais uma foto do pai sentado na cama do hospital com a mensagem: "Já deu certo, pai! Deus proverá!"

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Cidade

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Economia

Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


Variedades

 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município


Variedades


Policia

 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


Política

 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Após mais de 8 horas, cirurgia de Bolsonaro termina com 'êxito' em SP

Wilson Dias/Agência Brasil

Publicidade

Segunda, 28/1/2019 16:03.

TALITA FERNANDES E JOELMIR TAVARES (FOLHAPRESS)

Após mais de oito horas, a cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia do presidente Jair Bolsonaro foi encerrada na tarde desta segunda-feira (28).

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, o procedimento ocorreu "com êxito". "O boletim médico será divulgado tão logo seja autorizado pela equipe médica", afirmou, em nota.

Às 17h, segundo a pasta, haverá detalhamento à imprensa feito pelo porta-voz da Presidência da República, general Rego Barros, no Hospital Albert Einstein, onde Bolsonaro está internado.

Esta é a terceira cirurgia à qual ele é submetido desde que sofreu uma facada, em setembro de 2018, durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG).

Bolsonaro foi internado na manhã de domingo (27) para a realização de exames pré-operatórios e permanecerá no hospital pelos próximos dez dias.

A primeira-dama, Michelle, e 3 dos 5 filhos do presidente -Jair Renan, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)-, estão no Einstein.

Carlos, o mais próximo ao pai, permaneceu o tempo todo no centro cirúrgico. O senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ) e a caçula Laura não vieram.

A Presidência foi assumida na manhã desta segunda pelo vice, general Hamilton Mourão, que ficará no cargo nas primeiras 48 horas seguintes à operação.

Bolsonaro deve voltar a despachar a partir de quarta (30) e contará com um gabinete provisório em uma sala no Einstein, no mesmo andar do quarto em que está internado.

O GSI (Gabinete de Segurança Institucional), sob o comando do general Augusto Heleno, montou uma estrutura para que o presidente possa manter a rotina de despachos.

O Palácio do Planalto levou à capital paulista auxiliares técnicos e que dão suporte jurídico para a tomada de decisões do chefe do Executivo.

O escritório improvisado contará com um computador com internet, uma impressora e um telefone fixo. O espaço permitirá ainda que Bolsonaro se comunique com ministros e outros auxiliares que estejam fora de São Paulo por meio de videoconferência.

O governo trouxe também assessores de comunicação, como o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, para a realização de informações diárias sobre a saúde do presidente e atos do Executivo.

Ao final da cirurgia, Augusto Heleno disse à Folha que a demora se deu pela retirada de aderências do intestino.

"Não é uma cirurgia simples, não é só retirar a bolsa. Tem que abrir de novo e os médicos fizeram isso com o maior cuidado e delicadeza", disse.

Ele informou ainda que Bolsonaro ainda não voltou para o quarto, mas que a família foi informada pelos médicos sobre o êxito do procedimento pouco depois das 15h30.

Pela manhã, Flávio Bolsonaro postou nas redes sociais uma foto do pai sentado na cama do hospital com a mensagem: "Já deu certo, pai! Deus proverá!"

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito