Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Eliminação de Helton é marcada por lágrimas no MasterChef

Segunda, 27/5/2019 11:32.

(FOLHAPRESS) - O mineiro Helton, 19, foi o eliminado do MasterChef Brasil deste domingo (26), e teve uma despedida marcada por lágrimas.

O participante, que era o mais novo desta edução, saiu após cozinhar uma sopa vichyssoise, de origem francesa, na prova de eliminação. O prato foi destinado ao participante pelo arquiteto Fernando Consoni, que foi líder do time vencedor da primeira prova do dia e pôde distribuir as receitas de sopa para cada um dos colegas que foram para a eliminação.

"De início, eu fiquei tranquilo porque pensei em fazer uma sopa de frutos do mar ou uma canja, mas quando fiquei sabendo que era uma prova de reprodução, eu fiquei com medo", disse Helton em entrevista ao Portal da Band.

"Como eu sou um cozinheiro contemporâneo, eu gosto de inventar. Na hora que o Fernando [Consoni] me deu o vichyssoise, eu sabia que seria eliminado. Era muito difícil eu ganhar de quatro sopas que vão muito tempero, que vão muito itens. O vichyssoise vai somente quatro itens: batata, alho-poró, leite e creme de leite. Então, eu já fiquei desiludido ali".

Segundo ele, o principal erro de seu prato foi a consistência. "No final, a sopa ficou muito grossa. Eu deveria ter colocado mais leite e mais creme de leite, mas não sei que consistência teria. Se eu colocasse muito leite, sumiria o gosto. Eu cheguei a colocar mais leite uma hora, mas sumiu o gosto. Então, eu estava torcendo para alguém errar. Se a Lorena [Dayse] errasse a sopa dela, eu iria ficar. Caldo de galinha não tem erro, para errar tem que ser muito ruim", revela.

Na eliminação, Paola Carosella fez um discurso e chegou a chorar pela saída do participante. Erick Jacquin reforçou que Helton tinha talento, e se ofereceu para ensinar a ele suas técnicas culinárias.

Para o futuro, Helton revelou à Band: "Pretendo voltar para a minha cidade e terminara a minha escola. Vou conversar com a minha diretora para repetir as provas. Quero também fazer um intercâmbio e tentar fazer um curso de Gastronomia. Não vai ser a Le Cordon Bleu, porque não tenho dinheiro para pagar. Pretendo morar em vários países, conhecer bastantes técnicas diferentes e abrir um restaurante contemporâneo aqui em São Paulo mesmo". 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Eliminação de Helton é marcada por lágrimas no MasterChef

Publicidade

Segunda, 27/5/2019 11:32.

(FOLHAPRESS) - O mineiro Helton, 19, foi o eliminado do MasterChef Brasil deste domingo (26), e teve uma despedida marcada por lágrimas.

O participante, que era o mais novo desta edução, saiu após cozinhar uma sopa vichyssoise, de origem francesa, na prova de eliminação. O prato foi destinado ao participante pelo arquiteto Fernando Consoni, que foi líder do time vencedor da primeira prova do dia e pôde distribuir as receitas de sopa para cada um dos colegas que foram para a eliminação.

"De início, eu fiquei tranquilo porque pensei em fazer uma sopa de frutos do mar ou uma canja, mas quando fiquei sabendo que era uma prova de reprodução, eu fiquei com medo", disse Helton em entrevista ao Portal da Band.

"Como eu sou um cozinheiro contemporâneo, eu gosto de inventar. Na hora que o Fernando [Consoni] me deu o vichyssoise, eu sabia que seria eliminado. Era muito difícil eu ganhar de quatro sopas que vão muito tempero, que vão muito itens. O vichyssoise vai somente quatro itens: batata, alho-poró, leite e creme de leite. Então, eu já fiquei desiludido ali".

Segundo ele, o principal erro de seu prato foi a consistência. "No final, a sopa ficou muito grossa. Eu deveria ter colocado mais leite e mais creme de leite, mas não sei que consistência teria. Se eu colocasse muito leite, sumiria o gosto. Eu cheguei a colocar mais leite uma hora, mas sumiu o gosto. Então, eu estava torcendo para alguém errar. Se a Lorena [Dayse] errasse a sopa dela, eu iria ficar. Caldo de galinha não tem erro, para errar tem que ser muito ruim", revela.

Na eliminação, Paola Carosella fez um discurso e chegou a chorar pela saída do participante. Erick Jacquin reforçou que Helton tinha talento, e se ofereceu para ensinar a ele suas técnicas culinárias.

Para o futuro, Helton revelou à Band: "Pretendo voltar para a minha cidade e terminara a minha escola. Vou conversar com a minha diretora para repetir as provas. Quero também fazer um intercâmbio e tentar fazer um curso de Gastronomia. Não vai ser a Le Cordon Bleu, porque não tenho dinheiro para pagar. Pretendo morar em vários países, conhecer bastantes técnicas diferentes e abrir um restaurante contemporâneo aqui em São Paulo mesmo". 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade