Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Passeio de trem entre Curitiba e Morretes custa R$ 235
Divulgação.

Quarta, 13/3/2019 5:02.

MARCELO TOLEDO*
CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Após ser inaugurado em 22 de fevereiro, o vagão panorâmico que homenageia o Barão do Serro Azul entrou em operação ao público na última semana na rota turística entre Curitiba e Morretes, na Serra do Mar paranaense.

O vagão de luxo, fabricado em 1954, tem janelas amplas e uma varanda panorâmica de seis metros quadrados, em que o turista tem a possibilidade de apreciar a serra e a apresentação do guia turístico sobre a história envolvendo o homenageado no vagão.

ldefonso Pereira Correia (1849-1894), o Barão do Serro Azul, foi o maior produtor de erva-mate do mundo e foi morto durante a Revolução Federalista na ferrovia Paranaguá-Curitiba.

Uma cruz no trajeto simboliza a memória do empresário, ocorrida no km 64 da ferrovia. Há um quadro exposto no vagão com sua imagem.

A linha turística, privada, é operada pela Serra Verde Express, que tem outros cinco carros de passageiros com serviços de primeira classe no trecho.

O custo para ser colocado em operação, que incluiu a compra em um leilão no Espírito Santo, o transporte até o Paraná, o projeto de restauro, a reforma e o mobiliário, chegou a R$ 530 mil.

Para viajar nele, o turista tem de desembolsar R$ 235 (adultos) ou R$ 145 (crianças até 12 anos), valor que inclui espumante moscatel, café da manhã a bordo e bebidas à vontade (água, café, chá, refrigerante e cerveja), além do guia bilíngue. Comporta 32 passageiros.

(*O jornalista viajou a Curitiba a convite da Serra Verde Express). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Geral

 O encontro traz à cidade palestrantes renomados no país. 


Cidade

No Estaleiro e no Estaleirinho as bandeiras seguem hasteadas até a Páscoa


Política

Guru do bolsonarismo afirmou isso no sábado em evento nos Estados Unidos


Cidade

Ele estaria em licença de saúde, mas no filme não parece doente


Publicidade


Geral

Captura além da cota em 2018 é o argumento do governo para impedir a safra de 2019.  


Esportes

Um dos campeões é de Balneário Camboriú


Geral


Cidade

Não iniciou e diretor da segunda colocada na liciitação é acusado na Lava Jato


Publicidade


Justiça

A prisão após a condenação em segunda instância, será avaliada em abril pelo STF.


Política


Geral

Leitores lançam suspeitas sobre procedimento da Caixa


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Passeio de trem entre Curitiba e Morretes custa R$ 235

Divulgação.
Quarta, 13/3/2019 5:02.

MARCELO TOLEDO*
CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Após ser inaugurado em 22 de fevereiro, o vagão panorâmico que homenageia o Barão do Serro Azul entrou em operação ao público na última semana na rota turística entre Curitiba e Morretes, na Serra do Mar paranaense.

O vagão de luxo, fabricado em 1954, tem janelas amplas e uma varanda panorâmica de seis metros quadrados, em que o turista tem a possibilidade de apreciar a serra e a apresentação do guia turístico sobre a história envolvendo o homenageado no vagão.

ldefonso Pereira Correia (1849-1894), o Barão do Serro Azul, foi o maior produtor de erva-mate do mundo e foi morto durante a Revolução Federalista na ferrovia Paranaguá-Curitiba.

Uma cruz no trajeto simboliza a memória do empresário, ocorrida no km 64 da ferrovia. Há um quadro exposto no vagão com sua imagem.

A linha turística, privada, é operada pela Serra Verde Express, que tem outros cinco carros de passageiros com serviços de primeira classe no trecho.

O custo para ser colocado em operação, que incluiu a compra em um leilão no Espírito Santo, o transporte até o Paraná, o projeto de restauro, a reforma e o mobiliário, chegou a R$ 530 mil.

Para viajar nele, o turista tem de desembolsar R$ 235 (adultos) ou R$ 145 (crianças até 12 anos), valor que inclui espumante moscatel, café da manhã a bordo e bebidas à vontade (água, café, chá, refrigerante e cerveja), além do guia bilíngue. Comporta 32 passageiros.

(*O jornalista viajou a Curitiba a convite da Serra Verde Express). 

Publicidade

Publicidade