Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Ditadura Nunca Mais na Praça Higino Pio em Balneário Camboriú
Arquivo JP3.
Pio: suposto enforcamento com os pés no chão, a chamada suspensão parcial, rara, mas comum nas cadeias da ditadura.

Quinta, 28/3/2019 8:40.

Um grupo apartidário promoverá no próximo domingo, 31, na praça Higino Pio, o ato denominado “Ditadura Nunca Mais”, lembrando o golpe militar de 1964 e a morte do primeiro prefeito de Balneário Camboriú, Higino Pio, num quartel da Marinha em Florianópolis.

Pio, vítima de acusações falsas de dedos-duros, foi o único morto pela ditadura em solo catarinense.

A Comissão Nacional da Verdade (CNV) e a Comissão Estadual da Verdade Paulo Stuart Wright, de Santa Catarina, com base em laudos de peritos, afirmaram que ele foi assassinado num quartel.

No domingo, à partir das 17h, haverá rodas de conversa na praça, leitura de textos e a exibição do documentário “Higino Pio - Verdade Revelada”, de Robson Dias
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Ditadura Nunca Mais na Praça Higino Pio em Balneário Camboriú

Arquivo JP3.
Pio: suposto enforcamento com os pés no chão, a chamada suspensão parcial, rara, mas comum nas cadeias da ditadura.
Pio: suposto enforcamento com os pés no chão, a chamada suspensão parcial, rara, mas comum nas cadeias da ditadura.

Publicidade

Quinta, 28/3/2019 8:40.

Um grupo apartidário promoverá no próximo domingo, 31, na praça Higino Pio, o ato denominado “Ditadura Nunca Mais”, lembrando o golpe militar de 1964 e a morte do primeiro prefeito de Balneário Camboriú, Higino Pio, num quartel da Marinha em Florianópolis.

Pio, vítima de acusações falsas de dedos-duros, foi o único morto pela ditadura em solo catarinense.

A Comissão Nacional da Verdade (CNV) e a Comissão Estadual da Verdade Paulo Stuart Wright, de Santa Catarina, com base em laudos de peritos, afirmaram que ele foi assassinado num quartel.

No domingo, à partir das 17h, haverá rodas de conversa na praça, leitura de textos e a exibição do documentário “Higino Pio - Verdade Revelada”, de Robson Dias
 

Publicidade

Publicidade