Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Contratados para 8 horas cumprem 6 na Câmara de Vereadores
Google.

Quarta, 6/3/2019 11:48.

O presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, Omar Tomalih, disse que é verdadeira a denúncia anônima recebida pelo Página 3 que funcionários terceirizados contratados para um expediente de oito horas diárias, trabalham apenas seis.

A denúncia foi formulada por alguém que se diz servidor de carreira do Legislativo municipal, mas o nome dessa pessoa não aparece no Portal da Transparência, portanto será tratado como anônimo.

Omar que assumiu neste ano constatou que o contrato está sendo descumprido, determinou a colocação de relógio ponto e cobrará do fornecedor, a Orbenk Administração e Serviços Ltda. a diferença paga a mais durante todo o ano passado.

Funcionários da terceirizada estariam descontentes, mas se proceder de outra forma o presidente da Câmara estará cometendo crime.

A direção da Orbenk se manifestou por escrito: "informamos que a Orbenk, com mais de 32 anos de prestação de serviços, cumpre com o contrato, remunerando integralmente seus trabalhadores.

Por essa razão, os argumentos suscitados serão objeto de auditoria por nosso equipe".


 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Contratados para 8 horas cumprem 6 na Câmara de Vereadores

Google.

Publicidade

Quarta, 6/3/2019 11:48.

O presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, Omar Tomalih, disse que é verdadeira a denúncia anônima recebida pelo Página 3 que funcionários terceirizados contratados para um expediente de oito horas diárias, trabalham apenas seis.

A denúncia foi formulada por alguém que se diz servidor de carreira do Legislativo municipal, mas o nome dessa pessoa não aparece no Portal da Transparência, portanto será tratado como anônimo.

Omar que assumiu neste ano constatou que o contrato está sendo descumprido, determinou a colocação de relógio ponto e cobrará do fornecedor, a Orbenk Administração e Serviços Ltda. a diferença paga a mais durante todo o ano passado.

Funcionários da terceirizada estariam descontentes, mas se proceder de outra forma o presidente da Câmara estará cometendo crime.

A direção da Orbenk se manifestou por escrito: "informamos que a Orbenk, com mais de 32 anos de prestação de serviços, cumpre com o contrato, remunerando integralmente seus trabalhadores.

Por essa razão, os argumentos suscitados serão objeto de auditoria por nosso equipe".


 

Publicidade

Publicidade