Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Retirada das esculturas do Parque Raimundo Malta

As obras foram retiradas do Parque nos dias 11 e 12 de novembro

Quarta, 13/11/2019 17:04.
Divulgação

Publicidade

Nota de agradecimento

O instituto Jorge Schröder-IJS, entidade de cunho cultural de utilidade Pública Municipal e estadual, vem em nota agradecer ao Prefeito Municipal Sr. Fabricio Oliveira e ao Secretário anterior da SEMAM Sr. Ike Gevaerd pelo acolhimento de nosso projeto do “PARQUE COM ARTE” nas dependências do Parque Ecológico Raimundo Gonçalves Malta, durante o Período transcorridos de 2 anos e 3 meses. A visão Universal e enriquecida pela cultura do Antigo Secretário Sr. Ike, permitiu que o Instituto mantivesse neste período, este importante Acervo de obras de 28 renomados escultores em Mármore de Camboriú nas dependências do Parque.

As obras foram retiradas do Parque nos dias 11 e 12 de novembro de 2019, por decisão do Instituto e de assembleia realizada no mês de outubro em Camboriú, durante encontro promovido pelo Instituto, com alguns dos escultores participantes deste Acervo, baseando-se esta decisão no resultado do pedido de continuidade do projeto protocolado na SEMAM, em fevereiro de 2019 e que determinou, após consulta do conselho do Parque em final de agosto, algumas novas diretrizes que , no nosso entendimento desvirtuam o propósito do projeto.

Lamentamos não termos conseguido a sensibilização de parte da comunidade e de alguns funcionários da Secretaria que originaram alguns contratempos jurídicos e de má interpretação das ações que a Cultura pode promover nas futuras gerações.

Reconhecemos que de parte do Instituto, tratamos de forma inocente aos fatores políticos de bastidores que imperam nas autarquias, que deveriam ser o motor de propulsão de novas ideias, mas não é assim que ocorre.

A comunidade por sua vez, pode usufruir neste período, desta oportunidade de conviver com Arte, dando cidadania os frequentadores de todas as idades. Lamentamos que algumas pais e mães queixosos temiam sobre fatores de riscos a seus filhos, o que nunca se confirmou em fatos. No nosso entendimento é o convívio com a Arte que permite chance de criar novos cidadãos.

O Instituto promoveu a retirada das obras, deixando vago o espaço para que o Conselho do Parque possa disponibilizar este a outros artista, conforme seu entendimento. Também fica critério da Fundação de Cultura do Município, que nunca esteve presente neste projeto, a promover estas ações sugeridas pela SEMAM.

Assim encerramos esta etapa com serenidade e com agradecimentos a todos envolvidos e a população que de certa maneira apoiaram o projeto.

Certamente continuaremos fazer ações para tentar criar um mundo melhor.

Atenciosamente,
Jorge Schröder - Presidente do IJS


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Retirada das esculturas do Parque Raimundo Malta

As obras foram retiradas do Parque nos dias 11 e 12 de novembro

Publicidade

Quarta, 13/11/2019 17:04.

Nota de agradecimento

O instituto Jorge Schröder-IJS, entidade de cunho cultural de utilidade Pública Municipal e estadual, vem em nota agradecer ao Prefeito Municipal Sr. Fabricio Oliveira e ao Secretário anterior da SEMAM Sr. Ike Gevaerd pelo acolhimento de nosso projeto do “PARQUE COM ARTE” nas dependências do Parque Ecológico Raimundo Gonçalves Malta, durante o Período transcorridos de 2 anos e 3 meses. A visão Universal e enriquecida pela cultura do Antigo Secretário Sr. Ike, permitiu que o Instituto mantivesse neste período, este importante Acervo de obras de 28 renomados escultores em Mármore de Camboriú nas dependências do Parque.

As obras foram retiradas do Parque nos dias 11 e 12 de novembro de 2019, por decisão do Instituto e de assembleia realizada no mês de outubro em Camboriú, durante encontro promovido pelo Instituto, com alguns dos escultores participantes deste Acervo, baseando-se esta decisão no resultado do pedido de continuidade do projeto protocolado na SEMAM, em fevereiro de 2019 e que determinou, após consulta do conselho do Parque em final de agosto, algumas novas diretrizes que , no nosso entendimento desvirtuam o propósito do projeto.

Lamentamos não termos conseguido a sensibilização de parte da comunidade e de alguns funcionários da Secretaria que originaram alguns contratempos jurídicos e de má interpretação das ações que a Cultura pode promover nas futuras gerações.

Reconhecemos que de parte do Instituto, tratamos de forma inocente aos fatores políticos de bastidores que imperam nas autarquias, que deveriam ser o motor de propulsão de novas ideias, mas não é assim que ocorre.

A comunidade por sua vez, pode usufruir neste período, desta oportunidade de conviver com Arte, dando cidadania os frequentadores de todas as idades. Lamentamos que algumas pais e mães queixosos temiam sobre fatores de riscos a seus filhos, o que nunca se confirmou em fatos. No nosso entendimento é o convívio com a Arte que permite chance de criar novos cidadãos.

O Instituto promoveu a retirada das obras, deixando vago o espaço para que o Conselho do Parque possa disponibilizar este a outros artista, conforme seu entendimento. Também fica critério da Fundação de Cultura do Município, que nunca esteve presente neste projeto, a promover estas ações sugeridas pela SEMAM.

Assim encerramos esta etapa com serenidade e com agradecimentos a todos envolvidos e a população que de certa maneira apoiaram o projeto.

Certamente continuaremos fazer ações para tentar criar um mundo melhor.

Atenciosamente,
Jorge Schröder - Presidente do IJS


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade