Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Associação Renal Vida: almoço beneficente neste sábado

Recursos servirão para comprar equipamentos para os 208 pacientes

Quinta, 24/10/2019 11:50.
Divulgação
Equipe Renal Vida Itajaí cantando 'parabéns' para um paciente

Publicidade

A Associação Renal Vida Itajaí realiza neste sábado (26), a partir das 11h, a primeira macarronada beneficente com o objetivo de adquirir novos kits conforto para pacientes (poltrona reclinável + banqueta de apoio para os pés). O evento será no Clube dos Médicos (Rua Luci Canziani, 395, Praia Brava de Itajaí). Hoje o local atende 208 pacientes de todo o Vale do Itajaí.

O almoço está sendo organizado por uma comissão de eventos voluntária formada por pacientes, funcionários da Renal Vida, Rotary Club, Lions Clube e o chef de cozinha Edson Cazelato, que irá preparar a macarronada (com buffet de molhos e saladas). Os convites estão à venda por R$ 40.E os convites podem ser pagos até sexta-feira na renal e sábado direto no evento.

No local também estarão sendo comercializadas sobremesas para auxiliar ainda mais na compra dos kits para pacientes. Cada kit beneficia seis pacientes e custa R$ 2.160,00.

Os convites podem ser adquiridos pelo WhatsApp (47) 98822-5692. As sobremesas também serão vendidas separadamente (por R$ 5) e podem ser retiradas na sexta-feira ou no sábado na Renal Vida, que fica na Rua Ariribá, nº 100, no Bairro Santa Clara, em Itajaí.

Renal Vida

Paciente de Itajaí, Gabriela da Silva Sezerino

A Associação Renal Vida é uma entidade de caráter humanitário, sem fins econômicos, de direito privado, beneficente de assistência social, com a finalidade de prestação de serviços na área da saúde, com autonomia administrativa e financeira. São quatro unidades que ficam em Blumenau, Rio do Sul, Timbó e Itajaí, atendendo 70 municípios de Santa Catarina.

A Associação Renal Vida presta os serviços de Terapia Renal Substitutiva com os procedimentos de Hemodiálise (HD), Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua (DPAC), Diálise Peritoneal Automática (DPA) e atendimento ambulatorial para os pacientes que possuem insuficiência renal. Atende atualmente 700 pacientes renais crônicos com 7,5 mil sessões de hemodiálise/mês. Em Itajaí são 208 pacientes de toda a região.

Equipe Renal Vida de Itajaí e familiares de pacientes.

A Renal Vida atende também a demanda dos ambulatórios do SUS em 87% de seus atendimentos, bem como realiza encaminhamentos de pacientes para transplantes de rins e pâncreas. Estes transplantes são realizados no Hospital Santa Isabel em Blumenau e acompanhados pela equipe técnica da Renal Vida de Blumenau, que até ontem (22), somam mais de 1.610 transplantes renais.

O atendimento é feito por uma equipe multiprofissional compostas por médicos nefrologistas, assistente social, psicóloga, nutricionista, enfermeiras especializadas em nefrologias, técnicos e auxiliares de enfermagem e equipe de apoio.

Custo alto

Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a hemodiálise passa a ser o tratamento mais utilizado e este tratamento vai se estender até o resto das vidas dos pacientes com insuficiência renal crônica (IRC) ou até que consigam fazer um transplante bem-sucedido. Em média o paciente faz uma sessão de quatro horas e a repete três vezes por semana, como condição para manutenção da sua sobrevida.

Para a realização do procedimento de hemodiálise, é necessário insumos e equipamentos específicos, dentre eles a máquina de hemodiálise. Este equipamento prepara soluções que ao interagir com o sangue, por meio do dialisador, tornam o sangue menos tóxico ao organismo do paciente. Cada equipamento pode auxiliar no tratamento de um paciente por vez, quanto maior o número de turnos maior o número de pacientes atendidos, cada equipamento de hemodiálise custa em média R$ 55 mil e o kit com poltronas e banqueta para apoio aos pés em média R$ 2.160,00 cada. Cada máquina e kit atendem até seis pacientes.

A unidade de Itajaí conta hoje com 50 cadeiras e 50 máquinas, mas tanto uma quanto a outra possuem vida útil e precisam ser substituídas. As cadeiras têm durabilidade menor, devido a higienização e até mesmo o peso dos pacientes.

A associação também aceita doações em dinheiro (qualquer valor).

Mais informações: www.renalvida.org.br.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Equipe Renal Vida Itajaí cantando 'parabéns' para um paciente
Equipe Renal Vida Itajaí cantando 'parabéns' para um paciente

Associação Renal Vida: almoço beneficente neste sábado

Recursos servirão para comprar equipamentos para os 208 pacientes

Publicidade

Quinta, 24/10/2019 11:50.

A Associação Renal Vida Itajaí realiza neste sábado (26), a partir das 11h, a primeira macarronada beneficente com o objetivo de adquirir novos kits conforto para pacientes (poltrona reclinável + banqueta de apoio para os pés). O evento será no Clube dos Médicos (Rua Luci Canziani, 395, Praia Brava de Itajaí). Hoje o local atende 208 pacientes de todo o Vale do Itajaí.

O almoço está sendo organizado por uma comissão de eventos voluntária formada por pacientes, funcionários da Renal Vida, Rotary Club, Lions Clube e o chef de cozinha Edson Cazelato, que irá preparar a macarronada (com buffet de molhos e saladas). Os convites estão à venda por R$ 40.E os convites podem ser pagos até sexta-feira na renal e sábado direto no evento.

No local também estarão sendo comercializadas sobremesas para auxiliar ainda mais na compra dos kits para pacientes. Cada kit beneficia seis pacientes e custa R$ 2.160,00.

Os convites podem ser adquiridos pelo WhatsApp (47) 98822-5692. As sobremesas também serão vendidas separadamente (por R$ 5) e podem ser retiradas na sexta-feira ou no sábado na Renal Vida, que fica na Rua Ariribá, nº 100, no Bairro Santa Clara, em Itajaí.

Renal Vida

Paciente de Itajaí, Gabriela da Silva Sezerino

A Associação Renal Vida é uma entidade de caráter humanitário, sem fins econômicos, de direito privado, beneficente de assistência social, com a finalidade de prestação de serviços na área da saúde, com autonomia administrativa e financeira. São quatro unidades que ficam em Blumenau, Rio do Sul, Timbó e Itajaí, atendendo 70 municípios de Santa Catarina.

A Associação Renal Vida presta os serviços de Terapia Renal Substitutiva com os procedimentos de Hemodiálise (HD), Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua (DPAC), Diálise Peritoneal Automática (DPA) e atendimento ambulatorial para os pacientes que possuem insuficiência renal. Atende atualmente 700 pacientes renais crônicos com 7,5 mil sessões de hemodiálise/mês. Em Itajaí são 208 pacientes de toda a região.

Equipe Renal Vida de Itajaí e familiares de pacientes.

A Renal Vida atende também a demanda dos ambulatórios do SUS em 87% de seus atendimentos, bem como realiza encaminhamentos de pacientes para transplantes de rins e pâncreas. Estes transplantes são realizados no Hospital Santa Isabel em Blumenau e acompanhados pela equipe técnica da Renal Vida de Blumenau, que até ontem (22), somam mais de 1.610 transplantes renais.

O atendimento é feito por uma equipe multiprofissional compostas por médicos nefrologistas, assistente social, psicóloga, nutricionista, enfermeiras especializadas em nefrologias, técnicos e auxiliares de enfermagem e equipe de apoio.

Custo alto

Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a hemodiálise passa a ser o tratamento mais utilizado e este tratamento vai se estender até o resto das vidas dos pacientes com insuficiência renal crônica (IRC) ou até que consigam fazer um transplante bem-sucedido. Em média o paciente faz uma sessão de quatro horas e a repete três vezes por semana, como condição para manutenção da sua sobrevida.

Para a realização do procedimento de hemodiálise, é necessário insumos e equipamentos específicos, dentre eles a máquina de hemodiálise. Este equipamento prepara soluções que ao interagir com o sangue, por meio do dialisador, tornam o sangue menos tóxico ao organismo do paciente. Cada equipamento pode auxiliar no tratamento de um paciente por vez, quanto maior o número de turnos maior o número de pacientes atendidos, cada equipamento de hemodiálise custa em média R$ 55 mil e o kit com poltronas e banqueta para apoio aos pés em média R$ 2.160,00 cada. Cada máquina e kit atendem até seis pacientes.

A unidade de Itajaí conta hoje com 50 cadeiras e 50 máquinas, mas tanto uma quanto a outra possuem vida útil e precisam ser substituídas. As cadeiras têm durabilidade menor, devido a higienização e até mesmo o peso dos pacientes.

A associação também aceita doações em dinheiro (qualquer valor).

Mais informações: www.renalvida.org.br.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade