Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Universitários do Vale do Itajaí produzem vídeos inspirados na Semana Pela Paz em Casa

Segunda, 9/9/2019 18:27.

Motivados pelas ações pedagógicas da comarca de Indaial, no Vale do Itajaí, sobre a prevenção da violência doméstica e familiar promovidas durante a XIV Campanha da Semana Justiça pela Paz em Casa, acadêmicos da 10ª fase do curso de Direito da Uniasselvi, divididos em três grupos, produziram vídeos sobre a temática. A atividade foi apresentada em sala de aula na disciplina de Processo Constitucional, ministrada pela professora Clarice Klann. As produções abordam o combate da violência contra a mulher e a intenção é propaga-los em escolas municipais.

Segundo a docente, a repercussão do material tem sido superpositiva.

"Muitas pessoas têm pedido para compartilhar. É importante ver a questão da informação e de que as pessoas se identificaram com as situações e estão procurando ajuda. Com isso, vamos conseguir trabalhar na questão da prevenção, de sair do foco da violência, da pessoa não chegar no processo da Lei Maria da Penha", ressalta.

Os vídeos apresentados em sala de aula são esses:

"Violência Maria da Penha: se te fere não é amor"


"Você sabe o que é violência doméstica?"


"Atenção aos sinais de violência"

Outras produções estão sendo finalizadas e devem ser disponibilizadas em breve para o público.

"Esse trabalho realizado pelos alunos mostra que os objetivos da semana pela paz em casa foram alcançados com sucesso, mas eu não imaginaria que a percepção poderia ser tão profunda", cita o secretário do Juizado Especial de Indaial, Anderson Batata.

As atividades em Indaial foram coordenadas pela Vara Criminal e Juizado Especial da comarca, com o objetivo de ampliar a efetividade da Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006), além de concentrar esforços no julgamento dos casos de feminicídio e no andamento de processos relacionados à violência contra a mulher.

A Semana Justiça pela Paz em Casa, capitaneada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), contou com o apoio do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, através da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid). Foram promovidas palestras, rodas de conversa e seminários que contaram com a participação magistrados, servidores, estudantes, profissionais da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência e público em geral e abordaram assuntos diversos, mas conectados com o tema principal da violência doméstica.


Fonte TJSC

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Universitários do Vale do Itajaí produzem vídeos inspirados na Semana Pela Paz em Casa

Publicidade

Segunda, 9/9/2019 18:27.

Motivados pelas ações pedagógicas da comarca de Indaial, no Vale do Itajaí, sobre a prevenção da violência doméstica e familiar promovidas durante a XIV Campanha da Semana Justiça pela Paz em Casa, acadêmicos da 10ª fase do curso de Direito da Uniasselvi, divididos em três grupos, produziram vídeos sobre a temática. A atividade foi apresentada em sala de aula na disciplina de Processo Constitucional, ministrada pela professora Clarice Klann. As produções abordam o combate da violência contra a mulher e a intenção é propaga-los em escolas municipais.

Segundo a docente, a repercussão do material tem sido superpositiva.

"Muitas pessoas têm pedido para compartilhar. É importante ver a questão da informação e de que as pessoas se identificaram com as situações e estão procurando ajuda. Com isso, vamos conseguir trabalhar na questão da prevenção, de sair do foco da violência, da pessoa não chegar no processo da Lei Maria da Penha", ressalta.

Os vídeos apresentados em sala de aula são esses:

"Violência Maria da Penha: se te fere não é amor"


"Você sabe o que é violência doméstica?"


"Atenção aos sinais de violência"

Outras produções estão sendo finalizadas e devem ser disponibilizadas em breve para o público.

"Esse trabalho realizado pelos alunos mostra que os objetivos da semana pela paz em casa foram alcançados com sucesso, mas eu não imaginaria que a percepção poderia ser tão profunda", cita o secretário do Juizado Especial de Indaial, Anderson Batata.

As atividades em Indaial foram coordenadas pela Vara Criminal e Juizado Especial da comarca, com o objetivo de ampliar a efetividade da Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006), além de concentrar esforços no julgamento dos casos de feminicídio e no andamento de processos relacionados à violência contra a mulher.

A Semana Justiça pela Paz em Casa, capitaneada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), contou com o apoio do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, através da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid). Foram promovidas palestras, rodas de conversa e seminários que contaram com a participação magistrados, servidores, estudantes, profissionais da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência e público em geral e abordaram assuntos diversos, mas conectados com o tema principal da violência doméstica.


Fonte TJSC

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade