Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
O que esperar da Economia em 2021?

Terça, 18/8/2020 4:56.
Pixabay

Publicidade

Em período de pandemia, com muitas atividades comerciais paralisadas ou reduzidas, a economia começa a dar os seus primeiros sinais de colapso. E quanto mais o tempo passa, menos se sabe ao certo qual será o futuro da economia.

Todo o cenário econômico impacta diretamente nos resultados das empresas, no poder de consumo das pessoas e no crescimento do país. Por isso, é necessário entender o que nos espera pela frente para ter condições de antecipar possíveis desafios ao longo do caminho.

Pensando nisso, viemos discutir um pouco sobre que esperar da economia em 2021, que mesmo com o cenário atual completamente sem perspectivas, é possível fazer algumas suposições de acordo com o que se espera da pandemia.

Como a Economia reage à pandemia em 2020

Podemos dizer que a economia dos países, principalmente aqueles que foram mais afetados pelo número de casos de coronavírus, sofreram com os grandes desafios trazidos pela paralisação e limitação do comércio.

Tudo isso se dá pelo fato de que, quanto mais cresce a curva de contaminação, mais rígidas devem ser as medidas para contenção do vírus. No entanto, o país não está preparado para simplesmente fechar as portas e mandar os trabalhadores para casa.

A sequência da queda na economia começa com o número de casos aumentando, o que leva a contenção de aglomerações, fechamento do comércio e, consequentemente, ao desemprego e encerramento de empresas que não conseguem se manter paralisadas.

Com isso, os líderes do governo tentam amenizar o impacto na economia, orientando a abertura do comércio e flexibilizando a prevenção ao vírus, o que leva os dados de contaminação voltarem a subir em alguns casos.

Estamos diante de uma espécie de ciclo vicioso, em que só os países que conseguiram implementar boas estratégias no começo da pandemia estão tendo bons resultados suficientes para reabrir o comércio com restrições.

No entanto, depois de tanta tentativa e erro, surge uma grande questão: seria possível pensar em contenção sem que a economia entre em colapso, já impactada pelas tentativas fracassadas de “isolamento flexível”?

No fundo nada se sabe! As pequenas empresas, que sustentam a economia do país, não conseguiriam se manter abertas e, sem apoio governamental a este segmento, o desemprego alcançaria níveis altíssimos e aqueles trabalhadores que fazem girar a economia, estariam dependentes também de auxílio do governo até para ter comida da mesa.

Portanto, em um cenário em que não se sabe quando poderá ser controlado todo o caos social e sanitário, a economia corre grandes riscos.

E teria como reverter esta situação? Provavelmente não, mas é possível implementar algumas soluções para diminuir os impactos causados pela recessão e, finalmente, esperar um cenário um pouco mais positivo em 2021.

O que podemos prever para da Economia em 2021

Para que haja esperanças na Economia, é preciso tratar o maior dos problemas, que é frear os impactos do vírus. Para isso, a melhor solução para o mundo é o desenvolvimento de uma vacina capaz de proteger as pessoas e ajudar na retomada da normalidade.

Algumas vacinas já estão sendo testadas e a previsão é que até o fim do ano de 2020 se tenha os primeiros vacinados. Com isso, é possível que ainda no primeiro semestre de 2021 o mundo esteja protegido da Covid-19, isso no melhor cenário.

Caso isso não aconteça e o mundo não volte à normalidade em 2021, podemos sofrer consequências de uma recessão por anos. Mas devemos ter em mente que, quanto mais rápido houver a normalização, mais rápido nos reestabeleceremos pós pandemia.

A mudança de comportamento acompanhará a Economia em 2021

Algumas soluções se firmaram e cresceram em meio a pandemia e podem ser tendência para ajudar no restabelecimento da economia a partir de 2021. As mais comuns foram o delivery, home office e compras pela internet.

Estas foram formas de negócios utilizarem a conexão e tecnologias para continuarem operando mesmo que “de portas fechadas”. Com isso, as pessoas aprenderam um novo jeito de consumir e também trabalhar, otimizando seu tempo e conseguindo manter os negócios em pé.

A pandemia deu mais força para a necessidade da transformação digital nas empresas. Esta é a forma de não parar as operações e melhorar a experiência do cliente, que acaba optando por negócios que entregam um ótimo serviço, com rapidez e qualidade.

O “novo normal” também impacta a área do entretenimento. Houve o ressurgimento do drive in, lives de cantores e a Disney, com os parques fechados, teve grande crescimento em sua plataforma de streaming.

Tudo isso comprova que há soluções diferentes que podem ser implementadas para fazer a roda da economia continuar girando de uma nova maneira e para que haja novos recursos para ajudar na recuperação pós pandemia.

Possíveis soluções para melhorar o cenário econômico

É certo de que, não existem soluções que acabem com os impactos causados na economia a curto prazo. No entanto, é possível melhorar as condições para que os impactos sejam menores e a recessão dure menos tempo.

O ideal é que, em tempos de pandemia, hajam restrições mais rígidas para o isolamento social, deixando flexível somente o que precisa necessariamente deixar e liberando o comércio e serviços essenciais.

Nesta linha, também é preciso que o governo apoie financeiramente os pequenos empresários e dê suporte aos trabalhadores informais. Além disso, também é preciso que haja garantia de emprego, para que pessoas não se mantenham em risco somente porque estão ameaçadas de perder o seu sustento.

Logicamente, o problema social não se resolve tão fácil, mas algumas medidas podem amenizar o caos e dar esperança de recuperação da economia nos próximos anos.

Dicas de novos negócios digitais para 2021

Falando de maneira mais direta, para a economia começar a se recuperar é preciso que surjam novos negócios, novos empregos e o dinheiro volte para a mão do povo.

O meio digital é uma das melhores maneiras de empreender em meio a pandemia, visto que não é preciso sair de casa para montar um negócio. Por isso, vamos dar algumas dicas para negócios digitais logo abaixo:

* Blogs
*Canal no Youtube
*Loja online
*Consultoria de Marketing
*Vendas de afiliados
*Vendas de produtos físicos pelas redes sociais

Com essas formas, você consegue ganhar dinheiro e ajudar a melhorar a economia. É fortemente recomendado que, para todos os negócios digitais, se tenha um espaço próprio para assegurar que sua audiência seja alcançada.

Por isso, faça o registro do seu domínio e crie um site para a sua marca. Lá você poderá falar mais sobre a empresa e dar a possibilidade dos clientes te encontrarem com mais facilidade.

Velhos negócios e a transformação digital

Se você já possui um negócio e não quer perder seu potencial, seja durante ou depois da pandemia. A solução é fazer uma transformação digital e melhorar as operações da sua empresa, oferecendo qualidade e rapidez aos seus clientes.

É importante também, fazer o registro de domínio e criar o site da empresa, embora a transformação digital seja mais do que isso. Para tanto, é preciso que a tecnologia e a internet sejam a base do seu modelo de negócios.
O registro de domínio também pode ser contratado para a criação de um Workplace, que vai facilitar a gestão da sua empresa e reunir todos os colaboradores em um só lugar. Com ele é possível que todos estejam alinhados, mesmo que trabalhando de casa.

Portanto, seja em um velho ou novo negócio, é preciso ter a internet e a tecnologia fazendo o seu trabalho para escalar a recuperação da economia.

Com isso, batemos bastante na tecla da digitalização dos negócios por ser parte importante para a sobrevivência de qualquer negócio. Ter um site próprio ou reunir todas as informações necessárias em um local que todos podem acessar, cada um com suas restrições de privacidade e sem precisar do contato físico é uma solução mais que viável.

O digital será a salvação da Economia nos próximos anos

Por tudo que já foi falado, podemos perceber que, mesmo nos melhores dos cenários, é possível que a Economia encolha em 2021 e ainda soframos com os impactos causados pela pandemia.

Por outro lado, é importante ressaltar a resiliência das pessoas e o modo como elas encaram as adversidades em tempos tão sombrios. Todas estas soluções criativas forçadas por uma situação difícil podem ser utilizadas para ajudar na recuperação da economia depois que a Covid-19 não for mais o problema central.

Ninguém será o mesmo depois de todo este caos. O clima de guerra que estamos vivendo destrói vidas, seja trazendo a morte de milhares de pessoas, seja deixado famílias sem condições financeiras de seguir em frente.

Ainda assim, é possível ter esperança de que, de um jeito ou de outro, a economia volta ao normal e pode ser ainda mais rápido se soluções criativas forem implementadas para que empregos sejam mantidos, novas oportunidades sejam criadas e as pessoas recuperem seu poder de consumo.

E você, o que espera da economia ainda 2021? Deixe o seu comentário para discutirmos sobre a ideia e encontrarmos, quem sabe, pequenas soluções para melhorar a vida dos pequenos e médios empreendedores.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Pixabay

O que esperar da Economia em 2021?

Publicidade

Terça, 18/8/2020 4:56.

Em período de pandemia, com muitas atividades comerciais paralisadas ou reduzidas, a economia começa a dar os seus primeiros sinais de colapso. E quanto mais o tempo passa, menos se sabe ao certo qual será o futuro da economia.

Todo o cenário econômico impacta diretamente nos resultados das empresas, no poder de consumo das pessoas e no crescimento do país. Por isso, é necessário entender o que nos espera pela frente para ter condições de antecipar possíveis desafios ao longo do caminho.

Pensando nisso, viemos discutir um pouco sobre que esperar da economia em 2021, que mesmo com o cenário atual completamente sem perspectivas, é possível fazer algumas suposições de acordo com o que se espera da pandemia.

Como a Economia reage à pandemia em 2020

Podemos dizer que a economia dos países, principalmente aqueles que foram mais afetados pelo número de casos de coronavírus, sofreram com os grandes desafios trazidos pela paralisação e limitação do comércio.

Tudo isso se dá pelo fato de que, quanto mais cresce a curva de contaminação, mais rígidas devem ser as medidas para contenção do vírus. No entanto, o país não está preparado para simplesmente fechar as portas e mandar os trabalhadores para casa.

A sequência da queda na economia começa com o número de casos aumentando, o que leva a contenção de aglomerações, fechamento do comércio e, consequentemente, ao desemprego e encerramento de empresas que não conseguem se manter paralisadas.

Com isso, os líderes do governo tentam amenizar o impacto na economia, orientando a abertura do comércio e flexibilizando a prevenção ao vírus, o que leva os dados de contaminação voltarem a subir em alguns casos.

Estamos diante de uma espécie de ciclo vicioso, em que só os países que conseguiram implementar boas estratégias no começo da pandemia estão tendo bons resultados suficientes para reabrir o comércio com restrições.

No entanto, depois de tanta tentativa e erro, surge uma grande questão: seria possível pensar em contenção sem que a economia entre em colapso, já impactada pelas tentativas fracassadas de “isolamento flexível”?

No fundo nada se sabe! As pequenas empresas, que sustentam a economia do país, não conseguiriam se manter abertas e, sem apoio governamental a este segmento, o desemprego alcançaria níveis altíssimos e aqueles trabalhadores que fazem girar a economia, estariam dependentes também de auxílio do governo até para ter comida da mesa.

Portanto, em um cenário em que não se sabe quando poderá ser controlado todo o caos social e sanitário, a economia corre grandes riscos.

E teria como reverter esta situação? Provavelmente não, mas é possível implementar algumas soluções para diminuir os impactos causados pela recessão e, finalmente, esperar um cenário um pouco mais positivo em 2021.

O que podemos prever para da Economia em 2021

Para que haja esperanças na Economia, é preciso tratar o maior dos problemas, que é frear os impactos do vírus. Para isso, a melhor solução para o mundo é o desenvolvimento de uma vacina capaz de proteger as pessoas e ajudar na retomada da normalidade.

Algumas vacinas já estão sendo testadas e a previsão é que até o fim do ano de 2020 se tenha os primeiros vacinados. Com isso, é possível que ainda no primeiro semestre de 2021 o mundo esteja protegido da Covid-19, isso no melhor cenário.

Caso isso não aconteça e o mundo não volte à normalidade em 2021, podemos sofrer consequências de uma recessão por anos. Mas devemos ter em mente que, quanto mais rápido houver a normalização, mais rápido nos reestabeleceremos pós pandemia.

A mudança de comportamento acompanhará a Economia em 2021

Algumas soluções se firmaram e cresceram em meio a pandemia e podem ser tendência para ajudar no restabelecimento da economia a partir de 2021. As mais comuns foram o delivery, home office e compras pela internet.

Estas foram formas de negócios utilizarem a conexão e tecnologias para continuarem operando mesmo que “de portas fechadas”. Com isso, as pessoas aprenderam um novo jeito de consumir e também trabalhar, otimizando seu tempo e conseguindo manter os negócios em pé.

A pandemia deu mais força para a necessidade da transformação digital nas empresas. Esta é a forma de não parar as operações e melhorar a experiência do cliente, que acaba optando por negócios que entregam um ótimo serviço, com rapidez e qualidade.

O “novo normal” também impacta a área do entretenimento. Houve o ressurgimento do drive in, lives de cantores e a Disney, com os parques fechados, teve grande crescimento em sua plataforma de streaming.

Tudo isso comprova que há soluções diferentes que podem ser implementadas para fazer a roda da economia continuar girando de uma nova maneira e para que haja novos recursos para ajudar na recuperação pós pandemia.

Possíveis soluções para melhorar o cenário econômico

É certo de que, não existem soluções que acabem com os impactos causados na economia a curto prazo. No entanto, é possível melhorar as condições para que os impactos sejam menores e a recessão dure menos tempo.

O ideal é que, em tempos de pandemia, hajam restrições mais rígidas para o isolamento social, deixando flexível somente o que precisa necessariamente deixar e liberando o comércio e serviços essenciais.

Nesta linha, também é preciso que o governo apoie financeiramente os pequenos empresários e dê suporte aos trabalhadores informais. Além disso, também é preciso que haja garantia de emprego, para que pessoas não se mantenham em risco somente porque estão ameaçadas de perder o seu sustento.

Logicamente, o problema social não se resolve tão fácil, mas algumas medidas podem amenizar o caos e dar esperança de recuperação da economia nos próximos anos.

Dicas de novos negócios digitais para 2021

Falando de maneira mais direta, para a economia começar a se recuperar é preciso que surjam novos negócios, novos empregos e o dinheiro volte para a mão do povo.

O meio digital é uma das melhores maneiras de empreender em meio a pandemia, visto que não é preciso sair de casa para montar um negócio. Por isso, vamos dar algumas dicas para negócios digitais logo abaixo:

* Blogs
*Canal no Youtube
*Loja online
*Consultoria de Marketing
*Vendas de afiliados
*Vendas de produtos físicos pelas redes sociais

Com essas formas, você consegue ganhar dinheiro e ajudar a melhorar a economia. É fortemente recomendado que, para todos os negócios digitais, se tenha um espaço próprio para assegurar que sua audiência seja alcançada.

Por isso, faça o registro do seu domínio e crie um site para a sua marca. Lá você poderá falar mais sobre a empresa e dar a possibilidade dos clientes te encontrarem com mais facilidade.

Velhos negócios e a transformação digital

Se você já possui um negócio e não quer perder seu potencial, seja durante ou depois da pandemia. A solução é fazer uma transformação digital e melhorar as operações da sua empresa, oferecendo qualidade e rapidez aos seus clientes.

É importante também, fazer o registro de domínio e criar o site da empresa, embora a transformação digital seja mais do que isso. Para tanto, é preciso que a tecnologia e a internet sejam a base do seu modelo de negócios.
O registro de domínio também pode ser contratado para a criação de um Workplace, que vai facilitar a gestão da sua empresa e reunir todos os colaboradores em um só lugar. Com ele é possível que todos estejam alinhados, mesmo que trabalhando de casa.

Portanto, seja em um velho ou novo negócio, é preciso ter a internet e a tecnologia fazendo o seu trabalho para escalar a recuperação da economia.

Com isso, batemos bastante na tecla da digitalização dos negócios por ser parte importante para a sobrevivência de qualquer negócio. Ter um site próprio ou reunir todas as informações necessárias em um local que todos podem acessar, cada um com suas restrições de privacidade e sem precisar do contato físico é uma solução mais que viável.

O digital será a salvação da Economia nos próximos anos

Por tudo que já foi falado, podemos perceber que, mesmo nos melhores dos cenários, é possível que a Economia encolha em 2021 e ainda soframos com os impactos causados pela pandemia.

Por outro lado, é importante ressaltar a resiliência das pessoas e o modo como elas encaram as adversidades em tempos tão sombrios. Todas estas soluções criativas forçadas por uma situação difícil podem ser utilizadas para ajudar na recuperação da economia depois que a Covid-19 não for mais o problema central.

Ninguém será o mesmo depois de todo este caos. O clima de guerra que estamos vivendo destrói vidas, seja trazendo a morte de milhares de pessoas, seja deixado famílias sem condições financeiras de seguir em frente.

Ainda assim, é possível ter esperança de que, de um jeito ou de outro, a economia volta ao normal e pode ser ainda mais rápido se soluções criativas forem implementadas para que empregos sejam mantidos, novas oportunidades sejam criadas e as pessoas recuperem seu poder de consumo.

E você, o que espera da economia ainda 2021? Deixe o seu comentário para discutirmos sobre a ideia e encontrarmos, quem sabe, pequenas soluções para melhorar a vida dos pequenos e médios empreendedores.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade