Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Vereadores de Balneário Camboriú retardam por quase um ano solução para o Morro do Careca

Presidente do Legislativo manteve projetos paralisados durante seis meses

Quinta, 6/2/2020 5:41.
Divulgação/PMBC

Publicidade

Dois projetos que poderiam acelerar a reabertura e o funcionamento do Morro do Careca, uma das principais atrações turísticas de Balneário Camboriú, tramitam há quase um ano na Câmara dos Vereadores e foram paralisados durante seis meses pelo presidente do Legislativo, Omar Tomalih.

Um dos projetos, tramitando na Câmara desde março de 2019, possibilita transferir para a prefeitura a propriedade do Morro do Careca que no passado recebeu autorização do município para ser transformado em loteamento.

Pela proposta do Executivo o município não desembolsaria dinheiro, pagaria aos donos dos terrenos com a transferência do potencial construtivo.

Essa proposta, de evidente interesse público, foi aprovada pelo Conselho da Cidade e posteriormente em audiência pública.

No entanto, Omar "engavetou" o projeto de maio a novembro de 2019 e quando foi colocado em votação e teve pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Francez.

O vereador Francez teve oito meses para examinar o projeto -que fica online disponível a todos-, mas resolveu pedir vista no dia da votação.

O segundo projeto paralisado viabiliza a concessão do Morro do Careca para exploração das atividades de turismo e vôo livre e também ingressou na Câmara em março de 2019.

Ele ficou na gaveta do presidente Omar Tomalih exatos seis meses, do dia 18 de junho a 18 de novembro de 2019.

Em 18 de novembro iria a votação, mas foi retirado de pauta. Ele voltou à votação na última terça-feira e novamente foi retirado de pauta.

A reportagem apurou que existem tentativas de alterar o projeto da Transferência de Potencial, beneficiando proprietários de terrenos em outros locais da cidade e prejudicando os cofres públicos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/PMBC

Vereadores de Balneário Camboriú retardam por quase um ano solução para o Morro do Careca

Presidente do Legislativo manteve projetos paralisados durante seis meses

Publicidade

Quinta, 6/2/2020 5:41.
Dois projetos que poderiam acelerar a reabertura e o funcionamento do Morro do Careca, uma das principais atrações turísticas de Balneário Camboriú, tramitam há quase um ano na Câmara dos Vereadores e foram paralisados durante seis meses pelo presidente do Legislativo, Omar Tomalih.

Um dos projetos, tramitando na Câmara desde março de 2019, possibilita transferir para a prefeitura a propriedade do Morro do Careca que no passado recebeu autorização do município para ser transformado em loteamento.

Pela proposta do Executivo o município não desembolsaria dinheiro, pagaria aos donos dos terrenos com a transferência do potencial construtivo.

Essa proposta, de evidente interesse público, foi aprovada pelo Conselho da Cidade e posteriormente em audiência pública.

No entanto, Omar "engavetou" o projeto de maio a novembro de 2019 e quando foi colocado em votação e teve pedido de vista formulado pelo vereador Pedro Francez.

O vereador Francez teve oito meses para examinar o projeto -que fica online disponível a todos-, mas resolveu pedir vista no dia da votação.

O segundo projeto paralisado viabiliza a concessão do Morro do Careca para exploração das atividades de turismo e vôo livre e também ingressou na Câmara em março de 2019.

Ele ficou na gaveta do presidente Omar Tomalih exatos seis meses, do dia 18 de junho a 18 de novembro de 2019.

Em 18 de novembro iria a votação, mas foi retirado de pauta. Ele voltou à votação na última terça-feira e novamente foi retirado de pauta.

A reportagem apurou que existem tentativas de alterar o projeto da Transferência de Potencial, beneficiando proprietários de terrenos em outros locais da cidade e prejudicando os cofres públicos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade