Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Círculo Argentino é declarado como Utilidade Pública pela Câmara de Vereadores

Quinta, 22/10/2020 10:56.
Divulgação

Publicidade

O Círculo Argentino de Balneário Camboriú, atuante na cidade há 25 anos, foi declarado de Utilidade Pública em votação ocorrida na terça-feira (20) na Câmara de Vereadores. O projeto do vereador Pedro Francez foi aprovado por unanimidade. O Círculo promove diversas atividades em sua sede, no Bairro das Nações, em prol da comunidade argentina e brasileira que vivem em Balneário.

O secretário de Imprensa do Círculo Argentino, Sérgio Olivares, conta que o dia foi considerado ‘histórico’ para a entidade e comunidade argentina residente em Balneário, com a aprovação do projeto de lei por unanimidade, tornando oficialmente o Círculo como Utilidade Pública.

“A forte atuação da comunidade argentina no desenvolvimento do município de Balneário Camboriú não é segredo para ninguém. Turistas e investidores, desde os longínquos anos 70 se apaixonaram pela nossa cidade e contribuíram ao seu crescimento ao longo destas décadas, ajudando a pérola do Atlântico Sul a se tornar num ícone e nível internacional”, diz.

Em 9 de julho do ano 1995, um grupo de argentinos criou o Círculo, com a intenção de fortalecer a integração cultural das duas nações, Brasil e Argentina. Desde o início, a associação contou com sócios argentinos, brasileiros e de outros países da América Latina, tendo com objetivo ser um espaço dedicado à integração dos povos.

“As inúmeras ações realizadas ao longo de décadas foram agora valorizadas. Dentre as atividades realizadas pela associação, destaca-se o projeto CICAL (Centro de Integração Cultural Afetivo Latino Americano) e os seus vários subprojetos, dos quais podemos destacar a biblioteca, a horta orgânica e os trabalhos realizados pela secretaria da mulher”, conta.

Sérgio destaca que a comunidade argentina recebe ‘com muita emoção e orgulho’ este reconhecimento vindo através da Câmara, o que ele vê como um ‘reforço a mais’ do compromisso com a ‘comunidade binacional’.

“Abrindo as portas da integração também para outras comunidades, mediante os diversos projetos que visam colocar sempre o nosso grão de areia para tornar este mundo mais agradável para todas as pessoas de bem com as quais temos o prazer de conviver em nosso dia a dia”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Círculo Argentino é declarado como Utilidade Pública pela Câmara de Vereadores

Publicidade

Quinta, 22/10/2020 10:56.

O Círculo Argentino de Balneário Camboriú, atuante na cidade há 25 anos, foi declarado de Utilidade Pública em votação ocorrida na terça-feira (20) na Câmara de Vereadores. O projeto do vereador Pedro Francez foi aprovado por unanimidade. O Círculo promove diversas atividades em sua sede, no Bairro das Nações, em prol da comunidade argentina e brasileira que vivem em Balneário.

O secretário de Imprensa do Círculo Argentino, Sérgio Olivares, conta que o dia foi considerado ‘histórico’ para a entidade e comunidade argentina residente em Balneário, com a aprovação do projeto de lei por unanimidade, tornando oficialmente o Círculo como Utilidade Pública.

“A forte atuação da comunidade argentina no desenvolvimento do município de Balneário Camboriú não é segredo para ninguém. Turistas e investidores, desde os longínquos anos 70 se apaixonaram pela nossa cidade e contribuíram ao seu crescimento ao longo destas décadas, ajudando a pérola do Atlântico Sul a se tornar num ícone e nível internacional”, diz.

Em 9 de julho do ano 1995, um grupo de argentinos criou o Círculo, com a intenção de fortalecer a integração cultural das duas nações, Brasil e Argentina. Desde o início, a associação contou com sócios argentinos, brasileiros e de outros países da América Latina, tendo com objetivo ser um espaço dedicado à integração dos povos.

“As inúmeras ações realizadas ao longo de décadas foram agora valorizadas. Dentre as atividades realizadas pela associação, destaca-se o projeto CICAL (Centro de Integração Cultural Afetivo Latino Americano) e os seus vários subprojetos, dos quais podemos destacar a biblioteca, a horta orgânica e os trabalhos realizados pela secretaria da mulher”, conta.

Sérgio destaca que a comunidade argentina recebe ‘com muita emoção e orgulho’ este reconhecimento vindo através da Câmara, o que ele vê como um ‘reforço a mais’ do compromisso com a ‘comunidade binacional’.

“Abrindo as portas da integração também para outras comunidades, mediante os diversos projetos que visam colocar sempre o nosso grão de areia para tornar este mundo mais agradável para todas as pessoas de bem com as quais temos o prazer de conviver em nosso dia a dia”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade