Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Morador de Balneário ironizou medidas protetivas e acabou detido pela GM

Segunda, 14/9/2020 13:25.
O homem inconformado

Publicidade

Um morador de Balneário Camboriú, de 44 anos, foi detido pela Guarda Municipal e assinou um termo circunstanciado por ter ironizado, criticado e até tentado intimidar os guardas quanto às medidas de prevenção ao Covid-19, na tarde de sábado (12).

Segundo a Guarda Municipal, o homem estava na Avenida Atlântica, na altura da Rua 2.800, por volta das 16h e teria se recusado a usar máscara – uma das principais medidas contra a Covid-19. Ele estava filmando as equipes de Fiscalização e divulgando em grupos, além de ter ‘ironizado, criticado e inclusive tentado intimidar’ alguns funcionários da prefeitura.

Os guardas o detiveram e, durante a abordagem, ele foi orientado sobre os decretos municipal e estadual que preveem o uso obrigatório da máscara, mesmo durante a prática esportiva. Os GMs solicitaram apoio da Polícia Militar para a confecção do termo circunstanciado, baseado no artigo 268, do Código de Processo Penal, que dispõe sobre infringir determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa.

O homem não foi preso, mas terá que comparecer em Juízo em data a ser agendada.

Denúncias chegaram ao Página 3

Todos os finais de semana a reportagem do Jornal Página 3 vem recebendo denúncias sobre aglomerações e pessoas que vêm infringindo as medidas de proteção. Mais uma vez foi citado o Gin Club, bar que fica na Rua 1.822. O local já foi alvo de reclamações de moradores na última semana, e agora novamente. Segundo moradores, o som do local é alto, além de filas na entrada e rachas entre carros de clientes, quando saem do bar.

A Avenida Atlântica também foi novamente citada, com muitas pessoas sem usar máscara (a exemplo do homem detido pela Guarda Municipal), além da Praia de Taquaras, que esteve cheia no final de semana, com muitos frequentadores que estariam inclusive permanecendo na faixa de areia – o que é proibido pelo decreto, que libera apenas a prática esportiva individual.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
O homem inconformado
O homem inconformado

Morador de Balneário ironizou medidas protetivas e acabou detido pela GM

Publicidade

Segunda, 14/9/2020 13:25.

Um morador de Balneário Camboriú, de 44 anos, foi detido pela Guarda Municipal e assinou um termo circunstanciado por ter ironizado, criticado e até tentado intimidar os guardas quanto às medidas de prevenção ao Covid-19, na tarde de sábado (12).

Segundo a Guarda Municipal, o homem estava na Avenida Atlântica, na altura da Rua 2.800, por volta das 16h e teria se recusado a usar máscara – uma das principais medidas contra a Covid-19. Ele estava filmando as equipes de Fiscalização e divulgando em grupos, além de ter ‘ironizado, criticado e inclusive tentado intimidar’ alguns funcionários da prefeitura.

Os guardas o detiveram e, durante a abordagem, ele foi orientado sobre os decretos municipal e estadual que preveem o uso obrigatório da máscara, mesmo durante a prática esportiva. Os GMs solicitaram apoio da Polícia Militar para a confecção do termo circunstanciado, baseado no artigo 268, do Código de Processo Penal, que dispõe sobre infringir determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa.

O homem não foi preso, mas terá que comparecer em Juízo em data a ser agendada.

Denúncias chegaram ao Página 3

Todos os finais de semana a reportagem do Jornal Página 3 vem recebendo denúncias sobre aglomerações e pessoas que vêm infringindo as medidas de proteção. Mais uma vez foi citado o Gin Club, bar que fica na Rua 1.822. O local já foi alvo de reclamações de moradores na última semana, e agora novamente. Segundo moradores, o som do local é alto, além de filas na entrada e rachas entre carros de clientes, quando saem do bar.

A Avenida Atlântica também foi novamente citada, com muitas pessoas sem usar máscara (a exemplo do homem detido pela Guarda Municipal), além da Praia de Taquaras, que esteve cheia no final de semana, com muitos frequentadores que estariam inclusive permanecendo na faixa de areia – o que é proibido pelo decreto, que libera apenas a prática esportiva individual.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade