Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Procuradoria Especial da Mulher de Balneário Camboriú completa um ano de instalação

Quarta, 16/9/2020 17:59.
Divulgação CVBC

Publicidade

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de completa um ano nesta quarta-feira (16). Criada pela Resolução 587/2019, foi aprovada pelo plenário em março do ano passado, com o objetivo de receber, avaliar e proceder as investigações e denúncias relativas às ameaças dos interesses e direitos da mulher, bem como encaminhar as referidas denúncias aos órgãos competentes; e fiscalizar e acompanhar programas governamentais e não governamentais de políticas públicas para as mulheres.

O órgão conta com uma procuradora especial da Mulher e um procurador adjunto, que são vereadores nomeados pela Mesa Diretora do Legislativo e exercem os cargos sem remuneração.

Atendimentos e atividades

Neste período de um ano, a Procuradoria realizou cerca de 60 atendimentos a vítimas de violência doméstica, obstétrica e patrimonial. O serviço é prestado de forma presencial, por telefone (47 3263-7686) e pelo e-mail [email protected] Durante os meses em que o acesso do público externo foi suspenso na Câmara devido à pandemia de Covid-19, as pessoas foram atendidas de modo virtual e individual, fora das dependências do Legislativo.

Dentre as atividades promovidas pela Procuradoria, destaca-se o “Mulheres em Ação”, em parceria com a prefeitura e diversas entidades, que aconteceu em 8 de março deste ano na Praça Almirante Tamandaré, e contou com dezenas de ações alusivas ao Dia Internacional da Mulher.

Em novembro de 2019, por solicitação da Procuradoria, a Escola do Legislativo de Balneário Camboriú Félix Eugênio Reichert realizou uma palestra sobre a prevenção aos diversos tipos de assédio no ambiente de trabalho, direcionada aos servidores da Câmara.

Além disso, houve a participação em palestras em diferentes instituições da cidade, em que se falou sobre o trabalho da Procuradoria, as formas de se identificar os tipos de violência contra a mulher, e como denunciar e buscar ajuda.

Fonte: Departamento de Comunicação Social e TV/CVBC


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação CVBC

Procuradoria Especial da Mulher de Balneário Camboriú completa um ano de instalação

Publicidade

Quarta, 16/9/2020 17:59.

A Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de completa um ano nesta quarta-feira (16). Criada pela Resolução 587/2019, foi aprovada pelo plenário em março do ano passado, com o objetivo de receber, avaliar e proceder as investigações e denúncias relativas às ameaças dos interesses e direitos da mulher, bem como encaminhar as referidas denúncias aos órgãos competentes; e fiscalizar e acompanhar programas governamentais e não governamentais de políticas públicas para as mulheres.

O órgão conta com uma procuradora especial da Mulher e um procurador adjunto, que são vereadores nomeados pela Mesa Diretora do Legislativo e exercem os cargos sem remuneração.

Atendimentos e atividades

Neste período de um ano, a Procuradoria realizou cerca de 60 atendimentos a vítimas de violência doméstica, obstétrica e patrimonial. O serviço é prestado de forma presencial, por telefone (47 3263-7686) e pelo e-mail [email protected] Durante os meses em que o acesso do público externo foi suspenso na Câmara devido à pandemia de Covid-19, as pessoas foram atendidas de modo virtual e individual, fora das dependências do Legislativo.

Dentre as atividades promovidas pela Procuradoria, destaca-se o “Mulheres em Ação”, em parceria com a prefeitura e diversas entidades, que aconteceu em 8 de março deste ano na Praça Almirante Tamandaré, e contou com dezenas de ações alusivas ao Dia Internacional da Mulher.

Em novembro de 2019, por solicitação da Procuradoria, a Escola do Legislativo de Balneário Camboriú Félix Eugênio Reichert realizou uma palestra sobre a prevenção aos diversos tipos de assédio no ambiente de trabalho, direcionada aos servidores da Câmara.

Além disso, houve a participação em palestras em diferentes instituições da cidade, em que se falou sobre o trabalho da Procuradoria, as formas de se identificar os tipos de violência contra a mulher, e como denunciar e buscar ajuda.

Fonte: Departamento de Comunicação Social e TV/CVBC

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade