- Publicidade -
12.5 C
Balneário Camboriú

Com 2 a menos, Athletico-PR perde a invencibilidade para o Bahia em Salvador

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Com dois jogadores expulsos, o Athletico-PR perdeu os 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro na noite desta quinta-feira, quando visitou o Bahia e sofreu revés por 2 a 1, em Pituaçu, Salvador (BA), pela sexta rodada. Richard e Marcinho foram expulsos pelo time paranaense.

Além das quatro vitórias em quatro jogos disputados no Brasileirão, o Athletico-PR viu cair também uma invencibilidade de 11 jogos na temporada. O resultado deixa o time com 12 pontos, só que agora na vice-liderança – o Red Bull Bragantino é o novo líder, com 14 pontos, porém, com seis jogos. Já o Bahia subiu para o quarto lugar, com 11 pontos.

- Publicidade -

Com apenas 12 minutos de bola rolando, o Athletico precisou rever sua estratégia em campo, pois Richard dividiu bola com Rodriguinho, ergueu demais o pé e acabou recebendo o cartão vermelho direto. E, com um homem a menos, os paranaenses teriam ainda mais dificuldade.

Dito e feito. Aos 16 minutos, Rossi cobrou escanteio pelo lado direito e Patrick de Lucca, com tranquilidade, cabeceou no canto esquerdo do goleiro Santos, abrindo o placar para o time baiano.

Só que, ao contrário do que muitos esperavam, o Bahia não soube aproveitar a vantagem numérica em campo e, sem efetividade, acabou sofrendo o empate aos 39 minutos. Abner Vinícius cruzou, David Terans recebeu, girou sobre a marcação e finalizou rasteiro.

No segundo tempo, o Bahia voltou com postura mais ofensiva e querendo aproveitar a vantagem de ter um homem a mais em campo. Aos 16, Gilberto encontrou Daniel, que chutou forte e rente à trave de Santos. Dois minutos depois foi a vez de Rossi tentar, mas parou em defesa tranquila do goleiro athleticano.

- Publicidade -

Muito mais cauteloso, o Athletico ficou atrás e esperou os contra-ataques. Tanto é que só conseguiu criar oportunidade aos 22 minutos, quando Christian recebeu na entrada da área e chutou forte no travessão.

Só que prevaleceu a insistência e o Bahia voltou a ficar na frente do placar. Aos 24, Óscar Ruiz cruzou pelo lado esquerdo, Juninho desviou na saída do goleiro Santos e o pequenino Rossi, de cabeça, completou para as redes.

Nos minutos finais, Marcinho foi mais um jogador do Athletico a ser expulso, desta vez por agredir Rossi sem bola. Prejudicou ainda mais os paranaenses na tentativa, pelo menos, de buscar o empate fora de casa.

O Bahia volta a campo no domingo para enfrentar o Palmeiras, às 20 horas, no Allianz Parque, em São Paulo. Já o Athletico, no mesmo dia e horário receberá a Chapecoense, na Arena da Baixada, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 2 x 1 ATHLETICO-PR

BAHIA – Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti (Luiz Otávio), Juninho e Juninho Capixaba; Patrick de Lucca (Jonas), Daniel e Thonny Anderson (Gilberto); Rossi (Thaciano), Rodriguinho e Maycon Douglas (Óscar Ruiz). Técnico: Dado Cavalcanti.

ATHLETICO-PR – Santos; Pedro Henrique, Zé Ivaldo (Léo Cittadini) e Thiago Heleno; Marcinho, Richard, Christian (Jadson), David Terans (Fernando Canesin), Vitinho (Erick) e Abner Vinicius; Renato Kayser (Carlos Eduardo). Técnico: António Oliveira.

GOLS – Patrick de Lucca, aos 16, e David Terans, aos 39 minutos do primeiro tempo. Rossi, aos 24 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Thonny Anderson e Daniel (Bahia); Erick (Athletico-PR).

CARTÕES VERMELHOS – Richard e Marcinho (Athletico-PR).

ÁRBITRO – Antônio Dib Moraes de Sousa (PI).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Pituaçu, em Salvador (BA).

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -