- Publicidade -
- Publicidade -
18.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Esquecimentos importantes na equipe brasileira nas eliminatórias para a Copa do Mundo

A Seleção Brasileira pretende continuar dominando os jogos das eliminatórias para o Campeonato Mundial, uma vez que joga contra o Chile, Argentina e Peru para prolongar a sua estadia no topo do grupo.

A Seleção dominou nos seus dois últimos jogos, mantendo-se invicta nas vitórias consecutivas de 2-0 contra o Equador e o Paraguai, respectivamente.

O treinador Tite tem um conjunto de talentos à sua disposição – com uma combinação de menores de 24 anos e alguns seniores que ganharam ouro nos Jogos Olímpicos em Tóquio.

- Publicidade -

Agora que a nova temporada começou na Europa, haverá muitos outros jogadores que procurarão ser notados para a Seleção.

Muitos têm impressionado até agora e, nos portais de apostas esportivas, a previsão é que o Brasil irá longe na Copa de 2022.

No entanto, alguns jogadores que tiveram um bom desempenho, não receberam oportunidade. Aqui estão alguns que nos parecem merecer um lugar na equipe.

Malcolm

O homem que garantiu a vitória nos Jogos Olímpicos para o Brasil, Malcolm, é o esquecido desta era moderna, tendo sido congelado em Barcelona.

Com apenas 24 anos de idade, foi considerado excede às exigências no Camp Nou e teve de reconstruir a sua carreira na Rússia.

Venceu com o Zenit São Petersburgo e uma mudança para uma liga mais forte parece inevitável. As suas actuações durante o verão devem certamente tê-lo colocado na vitrine, ou pelo menos influenciado a cabeça de Tite na direção certa.

- Publicidade -

Diego Carlos

Fazendo parte da formidável linha de zaga do Sevilha que se qualificou para a Liga dos Campeões, as atuações de Diego Carlos são frequentemente ignoradas.

Betfair é uma das casas de apostas que dá vantagem ao Sevilha para estar entre os quatro finalistas e Diego Carlos terá uma grande temporada pela frente para garantir isso.

Aos 28 anos de idade, ele poderia ter proporcionado mais experiência ao plantel brasileiro, ao mesmo tempo em que ganharia mais experiência.

Talisca

Anderson Talisca tem o talento, mas ainda tem a nuance defensiva e a disciplina para ser um meio-campista completo. Jogando pelo Al-Nassr, na Liga Profissional Saudita, o jogador de 27 anos começou a sua carreira na Europa com o Benfica antes de rejeitar jogadas maiores da China e da Arábia Saudita.

Sua versatilidade teria permitido a Tite utilizá-lo numa variedade de posições, pois ele se adequa ao estilo de jogo que a Seleção pretende adotar Copa do Mundo.

No entanto, sem jogar consistentemente numa liga competitiva, Talisca será negligenciado durante a maior parte da sua carreira.

Matheus Pereira

Se Matheus Pereira tivesse ficado na Premier League, teria ainda mais chances de ser selecionado.

Uma forte temporada de estreia na primeira divisão inglesa viu o jogador contribuir com 17 gols, apesar do West Bromwich Albion ter sido rebaixado.

Uma mudança controversa para o Clube Saudita Al-Hilal, durante o verão, pode prejudicar as esperanças da sua equipe nacional, mas Pereira tem inegavelmente qualidade suficiente para se misturar com o melhor da atual seleção nacional.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -