Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Meio Ambiente
Parque Ecológico de Balneário segue aberto apenas para retirada de fitoterápicos e mudas

Sexta, 14/8/2020 17:39.
Divulgação/Semam

Publicidade

O Parque Natural Raimundo Gonçalez Malta, mais conhecido como Parque Ecológico de Balneário Camboriú, continua fechado para visitação do público por conta do decreto em prevenção ao Coronavírus. No momento, apenas está permitida – durante a semana – a retirada de mudas e produtos fitoterápicos.

A secretária do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloísa Lenzi, relembra que o Parque, que é também a sede da Secretaria, foi atingido pelo ciclone no final de junho, que causou o fechamento do local por conta de problemas nas trilhas, como queda de árvores e galhos.

“Fizemos algumas manutenções e segue fechado por conta do decreto em prevenção ao Covid-19. Assim que a situação melhorar e o decreto liberar, a população poderá voltar ao Parque”, relata.

Neste momento, o local está recebendo o público somente para a retirada de mudas no Viveiro da Mata Atlântica (terças e quintas das 14h às 17h) e no departamento fitoterápico, com distribuição gratuita de produtos, toda segunda, quarta e sexta-feira, também das 14h às 17h.

O setor conta com mais de uma dezena de opções de chás para síndrome gripal, problemas de estômago, diuréticos, para articulação, reumatismo e dor nas costas; além de manipulados, tinturas (gotinhas com princípio ativo das plantas), sabonetes, cremes anti-inflamatórios e analgésicos, pomadas, gel de babosa, extrato de própolis, antivirais, antifúngicos, xaropes expectorantes, enxaguante bucal, e mais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação/Semam

Parque Ecológico de Balneário segue aberto apenas para retirada de fitoterápicos e mudas

Publicidade

Sexta, 14/8/2020 17:39.

O Parque Natural Raimundo Gonçalez Malta, mais conhecido como Parque Ecológico de Balneário Camboriú, continua fechado para visitação do público por conta do decreto em prevenção ao Coronavírus. No momento, apenas está permitida – durante a semana – a retirada de mudas e produtos fitoterápicos.

A secretária do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloísa Lenzi, relembra que o Parque, que é também a sede da Secretaria, foi atingido pelo ciclone no final de junho, que causou o fechamento do local por conta de problemas nas trilhas, como queda de árvores e galhos.

“Fizemos algumas manutenções e segue fechado por conta do decreto em prevenção ao Covid-19. Assim que a situação melhorar e o decreto liberar, a população poderá voltar ao Parque”, relata.

Neste momento, o local está recebendo o público somente para a retirada de mudas no Viveiro da Mata Atlântica (terças e quintas das 14h às 17h) e no departamento fitoterápico, com distribuição gratuita de produtos, toda segunda, quarta e sexta-feira, também das 14h às 17h.

O setor conta com mais de uma dezena de opções de chás para síndrome gripal, problemas de estômago, diuréticos, para articulação, reumatismo e dor nas costas; além de manipulados, tinturas (gotinhas com princípio ativo das plantas), sabonetes, cremes anti-inflamatórios e analgésicos, pomadas, gel de babosa, extrato de própolis, antivirais, antifúngicos, xaropes expectorantes, enxaguante bucal, e mais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade