Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Mundo
Trump sugere adiar eleições dos Estados Unidos para evitar fraudes

Quinta, 30/7/2020 11:44.
Reprodução

Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu nesta quinta-feira, 30, adiar as eleições nos Estados Unidos por temores de fraudes nas votações feitas por correio. Trump, que está atrás do candidato democrata Joe Biden nas pesquisas nacionais, formulou a sugestão como uma pergunta e argumentou que, com mais votos por correio, haveria fraude.

"Com a votação universal por correio, 2020 será a eleição mais imprecisa e fraudulenta da história", escreveu Trump. "Será uma grande vergonha para os EUA. Adiar as eleições até que as pessoas possam votar de maneira adequada, segura e protegida???"

O tuíte marcou a primeira vez que Trump levantou a ideia de adiar as eleições de novembro, o que ele anteriormente rejeitava em meio a preocupações com a pandemia do novo coronavírus.

Mas o presidente há semanas se opõe à expansão da votação por correio, que cada vez mais Estados adotam como alternativa à votação pessoalmente durante a pandemia. Trump não tem o poder de adiar as eleições unilateralmente, e depende da aprovação do Congresso para tanto.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Reprodução

Trump sugere adiar eleições dos Estados Unidos para evitar fraudes

Publicidade

Quinta, 30/7/2020 11:44.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu nesta quinta-feira, 30, adiar as eleições nos Estados Unidos por temores de fraudes nas votações feitas por correio. Trump, que está atrás do candidato democrata Joe Biden nas pesquisas nacionais, formulou a sugestão como uma pergunta e argumentou que, com mais votos por correio, haveria fraude.

"Com a votação universal por correio, 2020 será a eleição mais imprecisa e fraudulenta da história", escreveu Trump. "Será uma grande vergonha para os EUA. Adiar as eleições até que as pessoas possam votar de maneira adequada, segura e protegida???"

O tuíte marcou a primeira vez que Trump levantou a ideia de adiar as eleições de novembro, o que ele anteriormente rejeitava em meio a preocupações com a pandemia do novo coronavírus.

Mas o presidente há semanas se opõe à expansão da votação por correio, que cada vez mais Estados adotam como alternativa à votação pessoalmente durante a pandemia. Trump não tem o poder de adiar as eleições unilateralmente, e depende da aprovação do Congresso para tanto.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade