Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Caixa Econômica Federal é a nova dona da praia de Taquarinhas
Rivo Biehl.

Terça, 8/1/2019 6:54.

A Caixa Econômica Federal é a nova dona da praia de Taquarinhas, após se apossar de cinco imóveis naquela região que serviram de garantia a um empréstimo no valor de R$ 122 milhões à empresa Thaquarinhas Investimentos e Participações Ltda.

O negócio foi aparentemente lesivo ao interesse público porque a Caixa Econômica Federal aceitou como garantia do empréstimo terrenos que não podem receber construções devido a uma decisão judicial.

O processo desses terrenos se arrasta na justiça federal desde 2005 e o município está proibido de autorizar qualquer construção sobre a área.

A Caixa Econômica Federal foi consultada pela reportagem na manhã de ontem e até a publicação dessa matéria não se manifestou.

Consultada a Thaquarinhas enviou a seguinte nota:

Taquarinhas Investimentos e Participações afirma que, não se contrapôs à transferência do seu imóvel na Praia de Taquarinhas em favor da CEF.

A empresa considera que o empreendimento Taquarinhas Eco-Resort seria muito importante para o desenvolvimento sócio-econômico-ambiental da região da Interpraias, carente de investimentos hoteleiros, bem como outros, sejam público ou privados.

Contudo, em função da morosidade de aprovação por parte dos órgãos competentes que se arrasta por mais de 15 anos, a empresa considera mais interessante dar outra finalidade para o imóvel.

HISTÓRICO

Taquarinhas foi comprada em meados da década passada por um grupo de investidores -liderado pela construtora Irmãos Thá- que pretendia construir um hotel naquela praia que é uma das mais preservadas do litoral brasileiro.

A oposição por parte da comunidade foi ferrenha e o projeto nunca progrediu, inclusive por interferência do Ministério Público Federal que conseguiu uma decisão judicial provisória proibindo edificar naquele local.

Em 2009 o deputado Amauri Soares apresentou projeto na Assembleia Legislativa propondo a transformação de Taquarinhas em parque ambiental estadual.

No entanto, o impoluto deputado Marcos Vieira engavetou a proposta e a manteve engavetada até o final daquela legislatura.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Caixa Econômica Federal é a nova dona da praia de Taquarinhas

Rivo Biehl.

Publicidade

Terça, 8/1/2019 6:54.

A Caixa Econômica Federal é a nova dona da praia de Taquarinhas, após se apossar de cinco imóveis naquela região que serviram de garantia a um empréstimo no valor de R$ 122 milhões à empresa Thaquarinhas Investimentos e Participações Ltda.

O negócio foi aparentemente lesivo ao interesse público porque a Caixa Econômica Federal aceitou como garantia do empréstimo terrenos que não podem receber construções devido a uma decisão judicial.

O processo desses terrenos se arrasta na justiça federal desde 2005 e o município está proibido de autorizar qualquer construção sobre a área.

A Caixa Econômica Federal foi consultada pela reportagem na manhã de ontem e até a publicação dessa matéria não se manifestou.

Consultada a Thaquarinhas enviou a seguinte nota:

Taquarinhas Investimentos e Participações afirma que, não se contrapôs à transferência do seu imóvel na Praia de Taquarinhas em favor da CEF.

A empresa considera que o empreendimento Taquarinhas Eco-Resort seria muito importante para o desenvolvimento sócio-econômico-ambiental da região da Interpraias, carente de investimentos hoteleiros, bem como outros, sejam público ou privados.

Contudo, em função da morosidade de aprovação por parte dos órgãos competentes que se arrasta por mais de 15 anos, a empresa considera mais interessante dar outra finalidade para o imóvel.

HISTÓRICO

Taquarinhas foi comprada em meados da década passada por um grupo de investidores -liderado pela construtora Irmãos Thá- que pretendia construir um hotel naquela praia que é uma das mais preservadas do litoral brasileiro.

A oposição por parte da comunidade foi ferrenha e o projeto nunca progrediu, inclusive por interferência do Ministério Público Federal que conseguiu uma decisão judicial provisória proibindo edificar naquele local.

Em 2009 o deputado Amauri Soares apresentou projeto na Assembleia Legislativa propondo a transformação de Taquarinhas em parque ambiental estadual.

No entanto, o impoluto deputado Marcos Vieira engavetou a proposta e a manteve engavetada até o final daquela legislatura.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade