Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Carga tributária é empecilho para 39,23% dos pequenos e médios empresários
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Quarta, 10/7/2019 11:00.

(Francisco Carlos de Assis/AE) - Dos 1.328 pequenos e médios empresários ouvidos em pesquisa do Insper e Santander Brasil para o cálculo do Índice de Confiança dos Pequenos e Médios Negócios (IC-PMN) do terceiro trimestre, 39,23% disseram que o maior empecilho macroeconômico para a evolução de seu negócio é a carga tributária vigente no País.

O atual nível da taxa de juros configura o maior empecilho ao desenvolvimento do negócio para 26,58% dos pesquisados. A inflação é citada por 15,59%. Para 14,91%, o maior empecilho é o desemprego. A taxa de câmbio foi citada por 3,69% dos entrevistados.

Na abertura por setores, a indústria é que vê a carga tributária como maior empecilho macroeconômico para a evolução de seus negócios (51,42% dos entrevistados). No comércio, ela aparece com 37,52% e, nos Serviços, com 35,90%. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Carga tributária é empecilho para 39,23% dos pequenos e médios empresários

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Publicidade

Quarta, 10/7/2019 11:00.

(Francisco Carlos de Assis/AE) - Dos 1.328 pequenos e médios empresários ouvidos em pesquisa do Insper e Santander Brasil para o cálculo do Índice de Confiança dos Pequenos e Médios Negócios (IC-PMN) do terceiro trimestre, 39,23% disseram que o maior empecilho macroeconômico para a evolução de seu negócio é a carga tributária vigente no País.

O atual nível da taxa de juros configura o maior empecilho ao desenvolvimento do negócio para 26,58% dos pesquisados. A inflação é citada por 15,59%. Para 14,91%, o maior empecilho é o desemprego. A taxa de câmbio foi citada por 3,69% dos entrevistados.

Na abertura por setores, a indústria é que vê a carga tributária como maior empecilho macroeconômico para a evolução de seus negócios (51,42% dos entrevistados). No comércio, ela aparece com 37,52% e, nos Serviços, com 35,90%. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade