Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

PagSeguro dobra lucro no primeiro trimestre e avança em serviços bancários
Divulgação

Quarta, 15/5/2019 8:35.

(FOLHAPRESS) - A empresa de maquininhas PagSeguro reportou nesta terça-feira (14) crescimento no primeiro trimestre do ano e anunciou o início das operações do PagBank, que irá oferecer serviços bancários para varejistas e consumidores da credenciadora.

A PagSeguro, do UOL, que tem participação acionária minoritária da Folha de S.Paulo, informou lucro líquido de R$ 309,7 milhões no primeiro trimestre deste ano, um crescimento de 108,6% em relação ao mesmo período de 2018.

Passaram pelas maquininhas da empresa R$ 24,4 bilhões em pagamentos de janeiro a março, volume 69,8% superior ao do primeiro trimestre do ano passado.

Os clientes ativos com os equipamentos somaram 4,4 milhões, um avanço de 42,5% (ou 1,3 milhão de novos clientes) ante os três primeiros meses do ano passado.

Varejistas e consumidores poderão aderir à conta digital da PagSeguro por aplicativo, no qual será possível gerenciar a cesta de serviços. Há opção, por exemplo, de portabilidade do salário para a conta digital.

A PagSeguro lançou também, em parceria com a Visa, um cartão com tecnologia de pagamento por aproximação, para gastos de até R$ 50. O cartão pode ser usado ainda em compras online.

Outro cartão de crédito, também com bandeira Visa, será oferecido sem anuidade e com aceitação internacional. O cartão é vinculado à conta digital, permitindo transações sem contato físico ou por QR code (espécie de código de barras).

As receitas totais da PagSeguro somaram R$ 1,25 bilhão no primeiro trimestre, alta de 34,8% na comparação com o ano anterior. Mas, agregando mais serviços, como conta digital e cartão pré-pago, a empresa viu suas receitas adicionais crescerem 125% no primeiro trimestre.

A PagSeguro recebeu autorização do Banco Central para comprar o controle societário do BBN (Banco Brasileiro de Negócios), o que lhe conferiu autorização para operar como banco. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

PagSeguro dobra lucro no primeiro trimestre e avança em serviços bancários

Divulgação

Publicidade

Quarta, 15/5/2019 8:35.

(FOLHAPRESS) - A empresa de maquininhas PagSeguro reportou nesta terça-feira (14) crescimento no primeiro trimestre do ano e anunciou o início das operações do PagBank, que irá oferecer serviços bancários para varejistas e consumidores da credenciadora.

A PagSeguro, do UOL, que tem participação acionária minoritária da Folha de S.Paulo, informou lucro líquido de R$ 309,7 milhões no primeiro trimestre deste ano, um crescimento de 108,6% em relação ao mesmo período de 2018.

Passaram pelas maquininhas da empresa R$ 24,4 bilhões em pagamentos de janeiro a março, volume 69,8% superior ao do primeiro trimestre do ano passado.

Os clientes ativos com os equipamentos somaram 4,4 milhões, um avanço de 42,5% (ou 1,3 milhão de novos clientes) ante os três primeiros meses do ano passado.

Varejistas e consumidores poderão aderir à conta digital da PagSeguro por aplicativo, no qual será possível gerenciar a cesta de serviços. Há opção, por exemplo, de portabilidade do salário para a conta digital.

A PagSeguro lançou também, em parceria com a Visa, um cartão com tecnologia de pagamento por aproximação, para gastos de até R$ 50. O cartão pode ser usado ainda em compras online.

Outro cartão de crédito, também com bandeira Visa, será oferecido sem anuidade e com aceitação internacional. O cartão é vinculado à conta digital, permitindo transações sem contato físico ou por QR code (espécie de código de barras).

As receitas totais da PagSeguro somaram R$ 1,25 bilhão no primeiro trimestre, alta de 34,8% na comparação com o ano anterior. Mas, agregando mais serviços, como conta digital e cartão pré-pago, a empresa viu suas receitas adicionais crescerem 125% no primeiro trimestre.

A PagSeguro recebeu autorização do Banco Central para comprar o controle societário do BBN (Banco Brasileiro de Negócios), o que lhe conferiu autorização para operar como banco. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade