Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Opinião
Alimentação em tempos de coronavírus

Por Mari Abreu*

Segunda, 23/3/2020 16:25.

Publicidade

A pandemia do Covid-19 nos traz preocupações, naturalmente. Perguntas surgem quanto ao como permanecer saudável, ou como se preparar para enfrentar o novo coronavírus. Devo mudar minha alimentação? Devo tomar suplementos? Se sim, que suplementos tomar?

Uma boa alimentação é a base para uma vida saudável. Seu corpo precisa estar bem alimentado para enfrentar com sucesso este exército de microrganismos que diariamente nos atacam. Se estamos livres de infecções é porque conseguimos equilibrar a constante luta contra estes invasores. E são muitos. Alguns cientistas afirmam que carregamos mais microrganismos no corpo que o número de células que temos!

Volta e meia surge um novo agressor, para o qual nosso sistema imunológico não está preparado. Agora é uma nova mutação de um coronavírus, o Covid-19. Enquanto não surge vacina ou remédio eficaz, temos que contar com as ações preventivas de isolamento e, uma vez infectados, com a força do nosso sistema imunológico – que, se bem suprido e eficaz, vai criar defesas e derrotar o vírus, como vem ocorrendo em grande parte dos casos.

Com relação à alimentação, nada muda. Você deve continuar com a sua alimentação de sempre: comendo “comida de verdade”. O que eu entendo por essa expressão? Comida de verdade são os alimentos sem calorias vazias. São alimentos densos em nutrientes essenciais como proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Veja como é simples: ao pensar em alimentos deixe de fora o açúcar, as farinhas de tubérculos e cereais e principalmente os alimentos processados.

Então, o que comprar e como preparar? Açougue, peixaria e hortifrútis. É ali que você precisa passar. Esqueça o resto. Quanto ao como preparar, aproveite este tempo de isolamento e procure sites de receitas Paleo ou Low Carb. Se você já vem mantendo sua alimentação Low Carb ou mesmo adota um programa de jejum intermitente, provavelmente seus índices de saúde estão indo muito bem. Se você tem algum receio, como agora não seria possível uma avaliação nutricional, recomendo:

- CARNES DE QUALQUER TIPO (não tenha medo de gordura, saiba apreciar);

- OVOS (coma por inteiro, varie o modo de preparar, experimente);

- VEGETAIS (sem amido, por favor. É simples: cresceu acima do solo, não é grão ou batata, liberou)

- FRUTAS (dê preferência às não muito doces, prefira as vermelhas como morango, mirtilo e cerejas e, claro, o abacate. Evitar: banana, manga, abacaxi.

- SUCOS: acerola, morango, limão, kiwi, maracujá, ao natural ou adoçados com bons adoçantes (xilitol ou stévia eritritol ou sucralose)

- DERIVADOS DO LEITE: queijos, iogurtes, kefir (evite o leite puro, observe se você tem intolerância ao leite ou derivados). Neste caso, consumir produtos sem lactose.

- CAFÉ, CHÁ, água natural ou com gás. Vinhos com moderação.

- Faça no máximo três refeições ao dia. Coma até se sentir saciado. Mantenha-se hidratado. Água, de preferência.

- Nos intervalos, na frente da TV ou conversando, se quiser, nozes, castanhas e amendoim, mas sem exagero.

E quanto aos suplementos: se você se alimentar como acima recomendado, terá todos os nutrientes necessários para manter e fortalecer sua saúde. Assim, os suplementos não serão necessários.

* Mari Abreu é nutricionista clínica em Florianópolis (SC), Presidente da Associação Catarinense de Saúde Preventiva e membro do núcleo científico do Brasil LowCarb.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Alimentação em tempos de coronavírus

Por Mari Abreu*

Publicidade

Segunda, 23/3/2020 16:25.

A pandemia do Covid-19 nos traz preocupações, naturalmente. Perguntas surgem quanto ao como permanecer saudável, ou como se preparar para enfrentar o novo coronavírus. Devo mudar minha alimentação? Devo tomar suplementos? Se sim, que suplementos tomar?

Uma boa alimentação é a base para uma vida saudável. Seu corpo precisa estar bem alimentado para enfrentar com sucesso este exército de microrganismos que diariamente nos atacam. Se estamos livres de infecções é porque conseguimos equilibrar a constante luta contra estes invasores. E são muitos. Alguns cientistas afirmam que carregamos mais microrganismos no corpo que o número de células que temos!

Volta e meia surge um novo agressor, para o qual nosso sistema imunológico não está preparado. Agora é uma nova mutação de um coronavírus, o Covid-19. Enquanto não surge vacina ou remédio eficaz, temos que contar com as ações preventivas de isolamento e, uma vez infectados, com a força do nosso sistema imunológico – que, se bem suprido e eficaz, vai criar defesas e derrotar o vírus, como vem ocorrendo em grande parte dos casos.

Com relação à alimentação, nada muda. Você deve continuar com a sua alimentação de sempre: comendo “comida de verdade”. O que eu entendo por essa expressão? Comida de verdade são os alimentos sem calorias vazias. São alimentos densos em nutrientes essenciais como proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Veja como é simples: ao pensar em alimentos deixe de fora o açúcar, as farinhas de tubérculos e cereais e principalmente os alimentos processados.

Então, o que comprar e como preparar? Açougue, peixaria e hortifrútis. É ali que você precisa passar. Esqueça o resto. Quanto ao como preparar, aproveite este tempo de isolamento e procure sites de receitas Paleo ou Low Carb. Se você já vem mantendo sua alimentação Low Carb ou mesmo adota um programa de jejum intermitente, provavelmente seus índices de saúde estão indo muito bem. Se você tem algum receio, como agora não seria possível uma avaliação nutricional, recomendo:

- CARNES DE QUALQUER TIPO (não tenha medo de gordura, saiba apreciar);

- OVOS (coma por inteiro, varie o modo de preparar, experimente);

- VEGETAIS (sem amido, por favor. É simples: cresceu acima do solo, não é grão ou batata, liberou)

- FRUTAS (dê preferência às não muito doces, prefira as vermelhas como morango, mirtilo e cerejas e, claro, o abacate. Evitar: banana, manga, abacaxi.

- SUCOS: acerola, morango, limão, kiwi, maracujá, ao natural ou adoçados com bons adoçantes (xilitol ou stévia eritritol ou sucralose)

- DERIVADOS DO LEITE: queijos, iogurtes, kefir (evite o leite puro, observe se você tem intolerância ao leite ou derivados). Neste caso, consumir produtos sem lactose.

- CAFÉ, CHÁ, água natural ou com gás. Vinhos com moderação.

- Faça no máximo três refeições ao dia. Coma até se sentir saciado. Mantenha-se hidratado. Água, de preferência.

- Nos intervalos, na frente da TV ou conversando, se quiser, nozes, castanhas e amendoim, mas sem exagero.

E quanto aos suplementos: se você se alimentar como acima recomendado, terá todos os nutrientes necessários para manter e fortalecer sua saúde. Assim, os suplementos não serão necessários.

* Mari Abreu é nutricionista clínica em Florianópolis (SC), Presidente da Associação Catarinense de Saúde Preventiva e membro do núcleo científico do Brasil LowCarb.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade