Jornal Página 3

Polícia Civil tenta identificar autores de cinco homicídios
Divulgação.
Tem cinco homicidas soltos na região.
Tem cinco homicidas soltos na região.

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú está investigando uma onda de homicídios que se bateu sobre a região.

Na primeira semana do ano foram três casos em Balneário e outros três na vizinha Camboriú.

Até o momento apenas um homicida foi preso.

O delegado da DIC, Osnei Valdir de Oliveira, argumenta que mesmo sendo incomum essa quantidade de homicídios em poucos dias os casos são pontuais. “Até o momento não encontramos nenhuma ligação entre eles. Não é disputa por pontos de venda de drogas, por exemplo. São ações distintas”, explica.

O caso que mais chocou a região foi o do oceanógrafo William Gardelin que morreu na madrugada de 1º de janeiro num assalto.

A DIC está investigando esse e os outros quatro casos que ainda não foram solucionados. “Não estamos divulgando nada para que as investigações não sejam prejudicadas”, argumentou com a frase-padrão o delegado.

Oliveira acredita que apesar desses crimes impactarem a sociedade não há motivo para que um pânico ou pavor se instale na região.

“Não é algo sequencial e nenhum deles se comunica. Não quer dizer que esteja acontecendo uma onda de homicídios por aqui. Avaliamos que mesmo com esses crimes, a temporada de verão está sendo tranquila”, completou.

Na verdade não pode ser considerada tranquila uma temporada com seis homicídios em 10 dias.

Embora as autoridades policiais relutem em admitir, Camboriú e Balneário Camboriú vivem sob criminalidade endêmica, foram 23 homicídios no ano passado.


Terça, 10/1/2017 11:43.
Publicidade


Seu Dinheiro

Opção para quem deve é parcelar em até 48 meses  


Negócios

Fatma deverá analisar estudo ambiental apresentado ontem 


Esportes

Nesta quarta Associação será homenageada na Câmara de Vereadores


Entrevista

Mulheres que passaram por tratamento de câncer podem engravidar  


Cultura

Diversos títulos à venda e apresentações para os pequenos


Cultura

Concerto tem entrada franca


Cidade


Empregos

Com terceirização os 157 contratados poderão ser mantidos no emprego. Veja as vagas disponíveis.


Cidade

Navio já chegou com passageiros de 14 nacionalidades e 1.283 tripulantes 


Publicidade

Projetos têm nomes de árvores nativas e podem ser adequados ao gosto dos clientes


Publicidade