Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Policia
Suspeito de estuprar adolescente em escola em Camboriú é preso pela polícia

Quinta, 22/8/2019 9:55.
Divulgação
E.M., preso ontem por suspeita de ter estuprado uma adolescente no colégio CAIC, em Camboriú

Publicidade

A Polícia Civil de Camboriú prendeu ontem (21) um homem, identificado como E.M., por suspeita de estupro a uma adolescente de 13 anos na escola CAIC, que fica no Bairro Monte Alegre. A garota confirmou, mas ele negou tudo.

Segundo informações, o homem estava trabalhando na reforma do ginásio de esportes da escola e desde o início da semana funcionários do colégio já suspeitavam que algo poderia estar acontecendo entre o homem e a adolescente. A família dela também teria notado que ela estava agindo de forma diferente.

A garota teria confessado ao Conselho Tutelar e o estupro teria acontecido no ginásio em reforma. A Polícia Civil prendeu preventivamente o homem, que negou tudo. O caso está sendo investigado.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinião

"Com estes valores, nenhuma unidade de saúde consegue se manter como PORTA ABERTA"


Cidade

Prefeitura é dona de terreno, próximo ao local, que poderia receber o Mercado


Brasil


Política

O vereador aproveitou que estava em Brasília pra falar sobre o saneamento básico de Camboriú


Cidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Suspeito de estuprar adolescente em escola em Camboriú é preso pela polícia

Divulgação
E.M., preso ontem por suspeita de ter estuprado uma adolescente no colégio CAIC, em Camboriú
E.M., preso ontem por suspeita de ter estuprado uma adolescente no colégio CAIC, em Camboriú

Publicidade

Quinta, 22/8/2019 9:55.

A Polícia Civil de Camboriú prendeu ontem (21) um homem, identificado como E.M., por suspeita de estupro a uma adolescente de 13 anos na escola CAIC, que fica no Bairro Monte Alegre. A garota confirmou, mas ele negou tudo.

Segundo informações, o homem estava trabalhando na reforma do ginásio de esportes da escola e desde o início da semana funcionários do colégio já suspeitavam que algo poderia estar acontecendo entre o homem e a adolescente. A família dela também teria notado que ela estava agindo de forma diferente.

A garota teria confessado ao Conselho Tutelar e o estupro teria acontecido no ginásio em reforma. A Polícia Civil prendeu preventivamente o homem, que negou tudo. O caso está sendo investigado.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade