Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Polícia Civil prende envolvidos na tentativa de roubo ao Banco Santander

Quarta, 18/12/2019 11:35.
Divulgação

Publicidade

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, prendeu ontem (17) os envolvidos na tentativa de roubo ao Banco Santander, ocorrido em outubro deste ano. O crime chamou a atenção, porque foram feitos reféns e a Avenida do Estado chegou a ser fechada pela polícia.

Segundo a Polícia Civil, a operação contou com o apoio da DEIC e da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e teve como alvo o cumprimento de três mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão em endereços em Curitiba, Florianópolis e na cidade gaúcha Guaíba.

Os três suspeitos presos, são uma mulher, T.G.S., e dois homens, G.O.S. e R.N.S. A mulher foi presa em Curitiba, G.O.S. em Guaíba e R.N.S. na praia gaúcha de Capão da Canoa.

Os três são parentes de F.N.S., funcionário terceirizado da agência (realizava a manutenção do ar-condicionado do local) que no dia do crime foi preso em flagrante por ter facilitado a entrada dos criminosos na agência e por ser apontado como o mentor do crime.

Nas buscas foram apreendidos celulares, computadores e HDs, que serão analisados em busca de informações que possam auxiliar na identificação de outros envolvidos. Os presos foram conduzidos à DIC-BC para serem interrogados sendo posteriormente encaminhados ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Polícia Civil prende envolvidos na tentativa de roubo ao Banco Santander

Publicidade

Quarta, 18/12/2019 11:35.

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, prendeu ontem (17) os envolvidos na tentativa de roubo ao Banco Santander, ocorrido em outubro deste ano. O crime chamou a atenção, porque foram feitos reféns e a Avenida do Estado chegou a ser fechada pela polícia.

Segundo a Polícia Civil, a operação contou com o apoio da DEIC e da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e teve como alvo o cumprimento de três mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão em endereços em Curitiba, Florianópolis e na cidade gaúcha Guaíba.

Os três suspeitos presos, são uma mulher, T.G.S., e dois homens, G.O.S. e R.N.S. A mulher foi presa em Curitiba, G.O.S. em Guaíba e R.N.S. na praia gaúcha de Capão da Canoa.

Os três são parentes de F.N.S., funcionário terceirizado da agência (realizava a manutenção do ar-condicionado do local) que no dia do crime foi preso em flagrante por ter facilitado a entrada dos criminosos na agência e por ser apontado como o mentor do crime.

Nas buscas foram apreendidos celulares, computadores e HDs, que serão analisados em busca de informações que possam auxiliar na identificação de outros envolvidos. Os presos foram conduzidos à DIC-BC para serem interrogados sendo posteriormente encaminhados ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade