Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Traficantes envolvidos na maior apreensão de drogas de SC são presos no Paraguai
Divulgação PRF

Quinta, 10/1/2019 12:02.

Uma ação integrada entre Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar de Santa Catarina e Polícia Federal resultou na prisão de sete pessoas na cidade de Minga Guazú no Paraguai na manhã desta quarta-feira (9). Segundo a PRF, a quadrilha está envolvida na maior apreensão de drogas em Santa Catarina, ocorrida no último dia 7 de outubro em Itajaí, quando foram retiradas de circulação mais de oito toneladas de maconha.

O grupo de traficantes internacionais vinha sendo investigado desde o início de 2018 pelos setores de inteligência das corporações e sua localização foi confirmada pela Polícia Nacional do Paraguai.

Foram detidos cinco homens e duas mulheres. Eles estavam em uma propriedade rural localizada a 30 quilômetros da fronteira com o Brasil. No local foram encontradas armas, munições, celulares e drogas.

Dois homens de 34 anos, um de 39 e outro de 43 anos possuem mandados de prisão expedidos pela justiça catarinense, envolvendo crimes como homicídio, tráfico de drogas, roubo, posse ilegal de arma, sequestro e associação criminosa.

Um homem de 24 anos possui registros policiais por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. As duas mulheres, de 30 e 31 anos, seriam companheiras de dois dos detidos. A mais nova possui registro policial por tráfico.

Todos foram conduzidos para Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil, onde serão realizados os trâmites para sua extradição.

Relembre

A apreensão histórica aconteceu no dia 7 de outubro de 2018. Através da troca de informações entre polícias, uma carreta suspeita foi identifcada chegando a Itajaí. Ela foi seguida e abordada em uma fazenda, no bairro Espinheiros, que serviria de depósito para o entorpecente.

Houve troca de tiros e no confronto dois criminosos foram mortos pela polícia. Outras duas pessoas foram presas.

Os tabletes da droga estava em uma carreta Mercedes-Benz placas de São Francisco do Sul/SC, escondidos sob uma carga de milho a granel. A droga teria origem no Paraguai.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Traficantes envolvidos na maior apreensão de drogas de SC são presos no Paraguai

Divulgação PRF

Publicidade

Quinta, 10/1/2019 12:02.

Uma ação integrada entre Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar de Santa Catarina e Polícia Federal resultou na prisão de sete pessoas na cidade de Minga Guazú no Paraguai na manhã desta quarta-feira (9). Segundo a PRF, a quadrilha está envolvida na maior apreensão de drogas em Santa Catarina, ocorrida no último dia 7 de outubro em Itajaí, quando foram retiradas de circulação mais de oito toneladas de maconha.

O grupo de traficantes internacionais vinha sendo investigado desde o início de 2018 pelos setores de inteligência das corporações e sua localização foi confirmada pela Polícia Nacional do Paraguai.

Foram detidos cinco homens e duas mulheres. Eles estavam em uma propriedade rural localizada a 30 quilômetros da fronteira com o Brasil. No local foram encontradas armas, munições, celulares e drogas.

Dois homens de 34 anos, um de 39 e outro de 43 anos possuem mandados de prisão expedidos pela justiça catarinense, envolvendo crimes como homicídio, tráfico de drogas, roubo, posse ilegal de arma, sequestro e associação criminosa.

Um homem de 24 anos possui registros policiais por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. As duas mulheres, de 30 e 31 anos, seriam companheiras de dois dos detidos. A mais nova possui registro policial por tráfico.

Todos foram conduzidos para Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil, onde serão realizados os trâmites para sua extradição.

Relembre

A apreensão histórica aconteceu no dia 7 de outubro de 2018. Através da troca de informações entre polícias, uma carreta suspeita foi identifcada chegando a Itajaí. Ela foi seguida e abordada em uma fazenda, no bairro Espinheiros, que serviria de depósito para o entorpecente.

Houve troca de tiros e no confronto dois criminosos foram mortos pela polícia. Outras duas pessoas foram presas.

Os tabletes da droga estava em uma carreta Mercedes-Benz placas de São Francisco do Sul/SC, escondidos sob uma carga de milho a granel. A droga teria origem no Paraguai.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade