Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recém-nascida engasgou com leite e foi salva por PMs

Terça, 11/6/2019 9:19.

Uma bebê recém-nascida foi salva por policiais militares, na noite da última sexta-feira (7). A família dela mora na rua México, bem ao lado do batalhão da PM de Balneário Camboriú, e por isso preocupado com o que acontecia com a neta, o avô teve a reação de levá-la até os policiais.

Segundo a Polícia Militar, o avô contou que a neta estava mamando e acabou tendo uma crise de vômito e se engasgou. Com as vias aéreas obstruídas, o homem resolveu correr com a criança até o batalhão.

Lá, os policiais colocaram a bebê na posição adequada e realizaram as manobras de desobstrução. Ela conseguiu voltar a respirar e passa bem. O SAMU foi até lá, avaliou a situação e constatou que a menina não estava mais em situação de risco, a liberando para voltar pra casa.

A PM recomenda que nesses casos os familiares precisam manter a calma e de forma alguma devem jogar a criança para cima ou assoprar o rosto dela. O ideal é ligar imediatamente para um serviço de emergência (190, 192 ou 193).

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Recém-nascida engasgou com leite e foi salva por PMs

Publicidade

Terça, 11/6/2019 9:19.

Uma bebê recém-nascida foi salva por policiais militares, na noite da última sexta-feira (7). A família dela mora na rua México, bem ao lado do batalhão da PM de Balneário Camboriú, e por isso preocupado com o que acontecia com a neta, o avô teve a reação de levá-la até os policiais.

Segundo a Polícia Militar, o avô contou que a neta estava mamando e acabou tendo uma crise de vômito e se engasgou. Com as vias aéreas obstruídas, o homem resolveu correr com a criança até o batalhão.

Lá, os policiais colocaram a bebê na posição adequada e realizaram as manobras de desobstrução. Ela conseguiu voltar a respirar e passa bem. O SAMU foi até lá, avaliou a situação e constatou que a menina não estava mais em situação de risco, a liberando para voltar pra casa.

A PM recomenda que nesses casos os familiares precisam manter a calma e de forma alguma devem jogar a criança para cima ou assoprar o rosto dela. O ideal é ligar imediatamente para um serviço de emergência (190, 192 ou 193).

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade