Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Pastor quebrou celular de youtuber durante o Gideões em Camboriú
Divulgação
O celular do youtuber que o pastor quebrou

Segunda, 6/5/2019 13:32.

Na noite de sexta-feira (30) houve outra situação envolvendo a polícia no Gideões.

O youtuber Izaias dos Santos, do canal 'Fala Zion', teve o celular quebrado por um pastor de Foz do Iguaçu (A. da R.) que também participava do congresso. Izaias relatou que estava gravando a pregação quando foi surpreendido pelo homem, que teria tomado o celular de suas mãos e o jogado no chão diversas vezes.

O pastor chegou a fugir, mas foi identificado e encaminhado à delegacia. Ele prestou depoimento e foi liberado.

O agressor possui cinco boletins de ocorrência contra si por crimes cometidos no Paraná: um por desacato e quatro por ameaça. Ele já ameaçou um bombeiro e agrediu um policial federal após ter sido flagrado dirigindo bêbado.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saúde

As vizinhas Itapema (185) e Camboriú (105) lideram a lista de doentes autóctones


Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Pastor quebrou celular de youtuber durante o Gideões em Camboriú

Divulgação
O celular do youtuber que o pastor quebrou
O celular do youtuber que o pastor quebrou

Publicidade

Segunda, 6/5/2019 13:32.

Na noite de sexta-feira (30) houve outra situação envolvendo a polícia no Gideões.

O youtuber Izaias dos Santos, do canal 'Fala Zion', teve o celular quebrado por um pastor de Foz do Iguaçu (A. da R.) que também participava do congresso. Izaias relatou que estava gravando a pregação quando foi surpreendido pelo homem, que teria tomado o celular de suas mãos e o jogado no chão diversas vezes.

O pastor chegou a fugir, mas foi identificado e encaminhado à delegacia. Ele prestou depoimento e foi liberado.

O agressor possui cinco boletins de ocorrência contra si por crimes cometidos no Paraná: um por desacato e quatro por ameaça. Ele já ameaçou um bombeiro e agrediu um policial federal após ter sido flagrado dirigindo bêbado.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade