Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Bombeiro comunitário é morto a facadas em Camboriú

Quarta, 13/3/2019 19:12.

O bombeiro comunitário Fernando Seibert Guilland, 27 anos, foi morto na madrugada desta quarta-feira (13), na Rua Guaraparim, no Bairro Tabuleiro, em Camboriú. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, mas acabou falecendo.

Segundo a Polícia Militar a motivação teria sido passional.

Um homem foi preso, suspeito de ter cometido o crime, sendo encaminhado à delegacia de Camboriú.

O Corpo de Bombeiros de Camboriú se pronunciou sobre o caso através das redes sociais, informando que Fernando foi um dos primeiros bombeiros comunitários a se formar em Camboriú. Ele prestava serviço voluntário à comunidade. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Geral

 O encontro traz à cidade palestrantes renomados no país. 


Cidade

No Estaleiro e no Estaleirinho as bandeiras seguem hasteadas até a Páscoa


Política

Guru do bolsonarismo afirmou isso no sábado em evento nos Estados Unidos


Cidade

Ele estaria em licença de saúde, mas no filme não parece doente


Publicidade


Geral

Captura além da cota em 2018 é o argumento do governo para impedir a safra de 2019.  


Esportes

Um dos campeões é de Balneário Camboriú


Geral


Cidade

Não iniciou e diretor da segunda colocada na liciitação é acusado na Lava Jato


Publicidade


Justiça

A prisão após a condenação em segunda instância, será avaliada em abril pelo STF.


Política


Geral

Leitores lançam suspeitas sobre procedimento da Caixa


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Bombeiro comunitário é morto a facadas em Camboriú

Quarta, 13/3/2019 19:12.

O bombeiro comunitário Fernando Seibert Guilland, 27 anos, foi morto na madrugada desta quarta-feira (13), na Rua Guaraparim, no Bairro Tabuleiro, em Camboriú. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso, mas acabou falecendo.

Segundo a Polícia Militar a motivação teria sido passional.

Um homem foi preso, suspeito de ter cometido o crime, sendo encaminhado à delegacia de Camboriú.

O Corpo de Bombeiros de Camboriú se pronunciou sobre o caso através das redes sociais, informando que Fernando foi um dos primeiros bombeiros comunitários a se formar em Camboriú. Ele prestava serviço voluntário à comunidade. 

Publicidade

Publicidade