Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Policia
Foragido é morto em confronto com a PM em Camboriú

 

 

Quarta, 9/10/2019 8:24.

Publicidade

Um homem de 26 anos, que estaria foragido da Justiça por roubo e envolvimento com o crime organizado, foi morto em confronto com a Polícia Militar no fim da tarde de ontem (8), na Rua Pindaíba, Bairro Taboleiro, em Camboriú.

Segundo a PM, por volta das 17h30, os policiais receberam informações de que Rodrigo Carvalho dos Santos, que estava com um mandado de prisão contra si por roubo e envolvimento com o crime organizado, estaria escondido em uma casa na Rua Pindaíba.

Os policiais foram até o local, mas quando Rodrigo viu os policiais tentou fugir para uma residência na parte de trás da casa onde estava, entrando pelo vão do forro e fugindo por cima do telhado, quebrando várias telhas.

Os PMs o seguiram e teriam 'verbalizado diversas vezes' para que o sujeito parasse e largasse a arma, o que não teria acontecido.

Durante a fuga, quando tentou acessar uma escada, após receber ordem de parada, Rodrigo teria feito menção de apontar a arma para os policiais, que de pronto dispararam contra ele.

Rodrigo morreu no local. A PM informou em nota à imprensa que a princípio esse confronto não tem envolvimento com o atentado contra o policial militar aposentado Orlando Moreira. 

 

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Foragido é morto em confronto com a PM em Camboriú

 

 

Publicidade

Quarta, 9/10/2019 8:24.

Um homem de 26 anos, que estaria foragido da Justiça por roubo e envolvimento com o crime organizado, foi morto em confronto com a Polícia Militar no fim da tarde de ontem (8), na Rua Pindaíba, Bairro Taboleiro, em Camboriú.

Segundo a PM, por volta das 17h30, os policiais receberam informações de que Rodrigo Carvalho dos Santos, que estava com um mandado de prisão contra si por roubo e envolvimento com o crime organizado, estaria escondido em uma casa na Rua Pindaíba.

Os policiais foram até o local, mas quando Rodrigo viu os policiais tentou fugir para uma residência na parte de trás da casa onde estava, entrando pelo vão do forro e fugindo por cima do telhado, quebrando várias telhas.

Os PMs o seguiram e teriam 'verbalizado diversas vezes' para que o sujeito parasse e largasse a arma, o que não teria acontecido.

Durante a fuga, quando tentou acessar uma escada, após receber ordem de parada, Rodrigo teria feito menção de apontar a arma para os policiais, que de pronto dispararam contra ele.

Rodrigo morreu no local. A PM informou em nota à imprensa que a princípio esse confronto não tem envolvimento com o atentado contra o policial militar aposentado Orlando Moreira. 

 

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade