Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Novo Comandante da PM de Balneário Camboriú fala sobre plano de trabalho e anuncia operação nesta quinta

Quinta, 23/7/2020 14:38.
Renata Rutes Henning.
Ten. Cel. Daniel Nunes da Silva, o novo comandante.

Publicidade

O novo Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Balneário Camboriú, Tenente-Coronel Daniel Nunes da Silva, recebeu a imprensa na manhã desta quinta-feira (23) para falar sobre as ações que pretende implementar na cidade e na região e aproveitou o encontro para anunciar uma operação a partir das 18h de hoje em diversos pontos do município. A operação, que deve acontecer com frequência, contará com a participação de 25 policiais, que farão barreiras móveis no centro e bairros.

Fazer mais com menos

Algumas das ações que o comandante havia programado foram ‘brecadas’ pela pandemia, já que em Balneário há sete policiais neste momento em isolamento social, e outros sete em Camboriú. Por isso, o lema no momento será o de ‘fazer mais com menos’.

Balneário tem 108 policiais em serviço, e o foco será aproximá-los da comunidade, ganhando confiança do público para um serviço mais efetivo.

Contato com a imprensa e comunidade

O Comandante citou por diversas vezes que pretende ter uma boa relação com a imprensa, de transparência e resposta rápida, afirmando que ‘tudo o que a PM fizer poderá ser divulgado’.

“Nosso serviço será transparente, com um contato direto com vocês jornalistas e também junto da comunidade. Ainda não conheço plenamente Balneário Camboriú, vocês conhecem e espero que possam me ajudar. O quartel estará aberto para todos, assim como eu estarei sempre disponível”, disse.

Linha de frente e combate ao crime

O Comandante aguarda a vinda de um policial militar que será a ‘linha de frente’ do 12º BPM, responsável por comandar e treinar os policiais. O nome não foi divulgado, mas o policial aguardado tem no BOPE, assim como o Tenente Coronel Daniel, que ficou quase 10 anos na força de operações especiais da PMSC, com passagem também pelo BOPE do Rio de Janeiro, onde fez estágio.

“Queremos nos aproximar da comunidade, mas também teremos um braço bem forte no combate ao crime. Sou caveira, fui do BOPE, mas meu objetivo é harmonizar o ambiente do 12º BPM. Teremos uma estratégia de análise da mancha criminal para entender as causas, onde acontecem os crimes, saber os horários, se é causado, por exemplo, por falta de iluminação, um imóvel abandonado e usado para tráfico”, comentou.

Um dos métodos que será utilizado é o IARA – Identificar, analisar, responder e avaliar, com base no georreferenciamento através do Google Maps, que aponta onde acontecem crimes em Balneário – o principal é, segundo o Comandante, o furto.

“É o calcanhar de Aquiles de Balneário Camboriú, principalmente o furto de bicicletas. Queremos que o PM também seja o consultor de segurança da comunidade, por isso faremos uma live focada nos síndicos sobre prevenção nos condomínios com o objetivo de coibir os furtos”, afirmou. Daniel destacou ainda que há um estudo que indica que entre os criminosos apenas 10% atuam com frequência.

“Vamos focar em cada bairro, nossa gestão será focada em resultados, com o objetivo de reduzir os indicadores de crimes e aproximar a comunidade, intensificando as rondas escolares quando as aulas voltarem e também a questão da violência doméstica, com o programa Rede Catarina de Proteção à Mulher, com prestações de contas para o público”, acrescentou.

União de forças

O Comandante adiantou que já se reuniu com o secretário de Segurança de Balneário Camboriú, Antônio Gabriel Castanheira Junior, e que pretendem trabalhar juntos.

“Eu disse para ele que não há motivos para não trabalharmos juntos e nem para não nos darmos bem. Com essa união quem ganha somos nós e também a sociedade. Ele também foi do Operações Especiais da Polícia Civil, temos experiências parecidas”, salientou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Renata Rutes Henning.
Ten. Cel. Daniel Nunes da Silva, o novo comandante.
Ten. Cel. Daniel Nunes da Silva, o novo comandante.

Novo Comandante da PM de Balneário Camboriú fala sobre plano de trabalho e anuncia operação nesta quinta

Publicidade

Quinta, 23/7/2020 14:38.

O novo Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Balneário Camboriú, Tenente-Coronel Daniel Nunes da Silva, recebeu a imprensa na manhã desta quinta-feira (23) para falar sobre as ações que pretende implementar na cidade e na região e aproveitou o encontro para anunciar uma operação a partir das 18h de hoje em diversos pontos do município. A operação, que deve acontecer com frequência, contará com a participação de 25 policiais, que farão barreiras móveis no centro e bairros.

Fazer mais com menos

Algumas das ações que o comandante havia programado foram ‘brecadas’ pela pandemia, já que em Balneário há sete policiais neste momento em isolamento social, e outros sete em Camboriú. Por isso, o lema no momento será o de ‘fazer mais com menos’.

Balneário tem 108 policiais em serviço, e o foco será aproximá-los da comunidade, ganhando confiança do público para um serviço mais efetivo.

Contato com a imprensa e comunidade

O Comandante citou por diversas vezes que pretende ter uma boa relação com a imprensa, de transparência e resposta rápida, afirmando que ‘tudo o que a PM fizer poderá ser divulgado’.

“Nosso serviço será transparente, com um contato direto com vocês jornalistas e também junto da comunidade. Ainda não conheço plenamente Balneário Camboriú, vocês conhecem e espero que possam me ajudar. O quartel estará aberto para todos, assim como eu estarei sempre disponível”, disse.

Linha de frente e combate ao crime

O Comandante aguarda a vinda de um policial militar que será a ‘linha de frente’ do 12º BPM, responsável por comandar e treinar os policiais. O nome não foi divulgado, mas o policial aguardado tem no BOPE, assim como o Tenente Coronel Daniel, que ficou quase 10 anos na força de operações especiais da PMSC, com passagem também pelo BOPE do Rio de Janeiro, onde fez estágio.

“Queremos nos aproximar da comunidade, mas também teremos um braço bem forte no combate ao crime. Sou caveira, fui do BOPE, mas meu objetivo é harmonizar o ambiente do 12º BPM. Teremos uma estratégia de análise da mancha criminal para entender as causas, onde acontecem os crimes, saber os horários, se é causado, por exemplo, por falta de iluminação, um imóvel abandonado e usado para tráfico”, comentou.

Um dos métodos que será utilizado é o IARA – Identificar, analisar, responder e avaliar, com base no georreferenciamento através do Google Maps, que aponta onde acontecem crimes em Balneário – o principal é, segundo o Comandante, o furto.

“É o calcanhar de Aquiles de Balneário Camboriú, principalmente o furto de bicicletas. Queremos que o PM também seja o consultor de segurança da comunidade, por isso faremos uma live focada nos síndicos sobre prevenção nos condomínios com o objetivo de coibir os furtos”, afirmou. Daniel destacou ainda que há um estudo que indica que entre os criminosos apenas 10% atuam com frequência.

“Vamos focar em cada bairro, nossa gestão será focada em resultados, com o objetivo de reduzir os indicadores de crimes e aproximar a comunidade, intensificando as rondas escolares quando as aulas voltarem e também a questão da violência doméstica, com o programa Rede Catarina de Proteção à Mulher, com prestações de contas para o público”, acrescentou.

União de forças

O Comandante adiantou que já se reuniu com o secretário de Segurança de Balneário Camboriú, Antônio Gabriel Castanheira Junior, e que pretendem trabalhar juntos.

“Eu disse para ele que não há motivos para não trabalharmos juntos e nem para não nos darmos bem. Com essa união quem ganha somos nós e também a sociedade. Ele também foi do Operações Especiais da Polícia Civil, temos experiências parecidas”, salientou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade