Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Comerciante é vítima de estelionato: golpista comprou R$ 26 mil em produtos

Quarta, 2/9/2020 18:08.

Publicidade

Um comerciante de Balneário Camboriú foi vítima de estelionato. Na última semana foram feitas diversas compras em seu estabelecimento – no valor de R$ 26 mil, mas dias depois o valor acabou estornado. Um homem foi preso na terça-feira (1º) e R$ 15 mil em mercadorias foram recuperados.

Segundo a Polícia Militar, o comerciante informou que vários produtos foram comprados entre os dias 24 e 25 de agosto, e depois de entregues, o valor acabou estornado pela administradora do cartão de crédito por fraude.

Na terça-feira (1º), a vítima, representante do estabelecimento comercial que sofreu o golpe, visualizou em uma rede social um anúncio com um de seus produtos no Facebook, por valor muito abaixo da tabela. Diante da situação, chamou a PM, que foi até um dos endereços indicados pelo comprador, local em que foram encontrados alguns dos produtos. No local estava um jovem de 21 anos, que foi detido por receptação.

Em outro endereço, a polícia localizou uma politriz, objeto que estava anunciado na rede social muito abaixo do valor de mercado, e R$ 1.800,00 em dinheiro. Os produtos recuperados totalizaram o valor de cerca de R$ 15 mil.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Comerciante é vítima de estelionato: golpista comprou R$ 26 mil em produtos

Publicidade

Quarta, 2/9/2020 18:08.

Um comerciante de Balneário Camboriú foi vítima de estelionato. Na última semana foram feitas diversas compras em seu estabelecimento – no valor de R$ 26 mil, mas dias depois o valor acabou estornado. Um homem foi preso na terça-feira (1º) e R$ 15 mil em mercadorias foram recuperados.

Segundo a Polícia Militar, o comerciante informou que vários produtos foram comprados entre os dias 24 e 25 de agosto, e depois de entregues, o valor acabou estornado pela administradora do cartão de crédito por fraude.

Na terça-feira (1º), a vítima, representante do estabelecimento comercial que sofreu o golpe, visualizou em uma rede social um anúncio com um de seus produtos no Facebook, por valor muito abaixo da tabela. Diante da situação, chamou a PM, que foi até um dos endereços indicados pelo comprador, local em que foram encontrados alguns dos produtos. No local estava um jovem de 21 anos, que foi detido por receptação.

Em outro endereço, a polícia localizou uma politriz, objeto que estava anunciado na rede social muito abaixo do valor de mercado, e R$ 1.800,00 em dinheiro. Os produtos recuperados totalizaram o valor de cerca de R$ 15 mil.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade