Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Frente de apoio a Lula lança tabloide com promessa de reação e ataques ao Judiciário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Evandro Leal/Agência Freelancer/Folhapress.
Sede do TRF4 em Porto Alegre onde ocorrerá o julgamento do petista.
Sede do TRF4 em Porto Alegre onde ocorrerá o julgamento do petista.

Sexta, 12/1/2018 7:28.

CATIA SEABRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Formada pelo PT e por movimentos de esquerda, a Frente Brasil Popular lançou nesta quinta-feira (11) um jornal em que promete reação em caso de condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo TRF 4 (Tribunal Regional Federal da 4 Região).

Com 12 páginas, o tabloide traz duros ataques ao Judiciário em títulos como "Juízes esbanjam salários milionários" e 'empresas financiam eventos luxuosos de juízes" e à Operação Lava Jato. O jornal, lançado especialmente para a distribuição às vésperas do julgamento, diz, em seu editorial, que o juiz Sergio Moro "não conhece limites para perseguir petistas". E afirma:

"Engana-se o Judiciário se imagina que o povo não irá reagir ao sequestro da política e ao ataque à democracia que ele vem promovendo. Haverá a reação popular e a primeira vitória será assegurar o direito de Lula ser candidato".

Editado pelo grupo Brasil de Fato, o jornal diz ainda que a Lava Jato está destruindo a Petrobras e que o Grupo Globo tenta inviabilizar a candidatura de Lula.

O Brasil de Fato foi criado há 15 anos por movimentos de esquerda, sindicatos, organizações de juventude. O grupo tem um portal na internet e publica tabloides em quatro estados. Nessa edição, contou com a parceria da Frente Brasil Popular e a Frente Brasil de Juristas pela Democracia.

Os arquivos foram enviados hoje para Estados e municípios para distribuição regional. Em uma mensagem enviada a petistas, o ex-ministro e chefe de gabinete da presidência do PT, Gilberto Carvalho, afirmou que seriam distribuídos 5 milhões de exemplares.

Mas petistas afirmam que essa tiragem será menor e se concentrará no sul do país. Na semana que vem, cerca de cem militantes viajarão ao Rio Grande do Sul para panfletagem na periferia de Porto Alegre, onde acontecerá o julgamento no dia 24.

Produzido com o apoio de juristas, o tabloide traça um passo a passo para manutenção da candidatura ex-presidente e diz que Lula continuará candidato "independentemente de qual seja o resultado do julgamento".

"A condenação não o impede de ser candidato, de continuar a campanha como pré-candidato e nem de registrar a candidatura. Somente após decorridos cinco dias do registro da candidatura é que os adversários poderão pedir a impugnação e o rito poderá ou não alcançar o calendário eleitoral", afirma.

Em seu editorial, os apoiadores de Lula não poupam nem o STF (Supremo Tribunal Federal), citando o julgamento do mensalão.

"O STF, para condenar sem provas, não hesitou em se expor ao ridículo ao dar credibilidade às bizarras afirmações, tais como: 'Não tenho provas contra Dirceu, mas vou condená-lo porque a literatura assim me permite' (ministra Rosa Weber)". 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Policia

Prefeito Fabrício Oliveira disse que não irá cumprir a recomendação


Seu Dinheiro


Geral

Dentre eles o Rio Canoas, contribuinte do Camboriú


Saúde

Segundo investigação, doença foi contraída em Itapema


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade