Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Prefeito de Balneário Camboriú exonerou cerca de 150 comissionados
Divulgação PMBC

Sexta, 21/9/2018 17:39.

O prefeito de Balneário Camboriú Fabrício Oliveira exonerou hoje cerca de 150 funcionários em cargos de confiança, as leis que criaram esses cargos foram consideradas inconstitucionais pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O fato é grave porque muitos desses cargos de confiança são importantes para o funcionamento da prefeitura, como por exemplo, na Secretaria de Turismo, que ficará desfalcada.

As exonerações são retroativas à segunda-feira dia 17.

Na próxima segunda-feira o governo deve enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei para regularizar parte desses cargos e evitar que a cidade tenha sérios problemas durante o verão.

Nos últimos dias o Página 3 alertou várias vezes sobre o assunto e sustentou que o prefeito tinha que tomar essa decisão, sob risco de ser responsabilizado com seu próprio patrimônio e ainda sofrer processo por improbidade administrativa.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Seria um negócio imobiliário bastante vantajoso


Cidade

“Tem que ver se não é um problema de gestão deles”, dispara referindo-se aos hoteleiros  


Opinião


Opinião

"Não tente enrolar um brasileiro divulgando uma coisa e entregando outra" 


Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Até embarcações de pequeno porte levantam areia, depende das condições 


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Prefeito de Balneário Camboriú exonerou cerca de 150 comissionados

Divulgação PMBC
Sexta, 21/9/2018 17:39.

O prefeito de Balneário Camboriú Fabrício Oliveira exonerou hoje cerca de 150 funcionários em cargos de confiança, as leis que criaram esses cargos foram consideradas inconstitucionais pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O fato é grave porque muitos desses cargos de confiança são importantes para o funcionamento da prefeitura, como por exemplo, na Secretaria de Turismo, que ficará desfalcada.

As exonerações são retroativas à segunda-feira dia 17.

Na próxima segunda-feira o governo deve enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei para regularizar parte desses cargos e evitar que a cidade tenha sérios problemas durante o verão.

Nos últimos dias o Página 3 alertou várias vezes sobre o assunto e sustentou que o prefeito tinha que tomar essa decisão, sob risco de ser responsabilizado com seu próprio patrimônio e ainda sofrer processo por improbidade administrativa.

Publicidade

Publicidade