Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Obras da Câmara serão investigadas por CPI aprovada por 12 vereadores

Quarta, 4/12/2019 10:27.
Márcio Gonçalves
CPI das obras aprovada ontem

Publicidade

A maioria dos vereadores de Balneário Camboriú aprovou nesta terça-feira (3) a instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar obras de reforma na sede do Legislativo que deveriam estar prontas há quase um ano e custaram mais caro do que o previsto.

A CPI foi instalada a pedido do vereador Marcelo Achutti (PP) e recebeu a assinatura de Aldemar Pereira/Bola (PSDB), André Meirinho (PP), Arlindo Cruz (MDB), Gelson Rodrigues (PSB), Joceli Nazari (Cidadania), Leonardo Piruka (PP), Lucas Gotardo (PSB), Nena Amorim (MDB), Omar Tomalih (PSB), Patrick Machado (PDT) e Pedro Francez (PL).

O vereador Marcelo Achutti justificou o pedido, porque há quase dois anos a Casa Legislativa está em reforma e porque em novembro a imprensa noticiou que foi feito um novo laudo que aponta que a fachada da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú ameaça desabar e que a obra já custou mais de R$ 1 milhão, sem contar os vários aditivos já efetuados para a conclusão da mesma.

“É uma vergonha após tanto tempo esta obra estar inacabada e tendo que ser refeita”, escreveu o vereador Achutti (foto ao lado) nas redes em novembro.

Há provas consistentes de que a licitação foi mal feita e a execução da obra não teve o acompanhamento e a fiscalização necessária.

O vereador Roberto Souza Jr., em tese o maior interessado no esclarecimento dos fatos, porque presidia a Câmara quando o contrato com a construtora foi firmado, não assinou o requerimento da CPI.

A aprovação da CPI faltando duas semanas para os vereadores saírem em férias parece inócua, porque se alguma coisa for apurada, isso só acontecerá no ano que vem.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Márcio Gonçalves
CPI das obras aprovada ontem
CPI das obras aprovada ontem

Obras da Câmara serão investigadas por CPI aprovada por 12 vereadores

Publicidade

Quarta, 4/12/2019 10:27.

A maioria dos vereadores de Balneário Camboriú aprovou nesta terça-feira (3) a instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar obras de reforma na sede do Legislativo que deveriam estar prontas há quase um ano e custaram mais caro do que o previsto.

A CPI foi instalada a pedido do vereador Marcelo Achutti (PP) e recebeu a assinatura de Aldemar Pereira/Bola (PSDB), André Meirinho (PP), Arlindo Cruz (MDB), Gelson Rodrigues (PSB), Joceli Nazari (Cidadania), Leonardo Piruka (PP), Lucas Gotardo (PSB), Nena Amorim (MDB), Omar Tomalih (PSB), Patrick Machado (PDT) e Pedro Francez (PL).

O vereador Marcelo Achutti justificou o pedido, porque há quase dois anos a Casa Legislativa está em reforma e porque em novembro a imprensa noticiou que foi feito um novo laudo que aponta que a fachada da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú ameaça desabar e que a obra já custou mais de R$ 1 milhão, sem contar os vários aditivos já efetuados para a conclusão da mesma.

“É uma vergonha após tanto tempo esta obra estar inacabada e tendo que ser refeita”, escreveu o vereador Achutti (foto ao lado) nas redes em novembro.

Há provas consistentes de que a licitação foi mal feita e a execução da obra não teve o acompanhamento e a fiscalização necessária.

O vereador Roberto Souza Jr., em tese o maior interessado no esclarecimento dos fatos, porque presidia a Câmara quando o contrato com a construtora foi firmado, não assinou o requerimento da CPI.

A aprovação da CPI faltando duas semanas para os vereadores saírem em férias parece inócua, porque se alguma coisa for apurada, isso só acontecerá no ano que vem.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade