Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Probst quer criar nova obrigatoriedade para supermercados

Coleta seletiva já existe na cidade

Terça, 5/2/2019 7:41.

Publicidade

O vereador de Balneário Camboriú Nilson Probst (MDB) protocolou um projeto que onera o empresariado local. Ele quer que todos os supermercados ofereçam estrutura para recolher garrafas PET, mesmo os munícipes tendo o serviço da coleta seletiva disponível na cidade.

Na justificativa do projeto Probst dá a entender que seria uma forma de incentivar a cultura da separação do lixo.

Caso a obrigatoriedade seja aprovada, os supermercados teriam 120 dias para se adaptarem às normas, instalando estruturas para acondicionar o volume trazido pela população. Ela ainda determina que os coletores devem ficar em local acessível e de fácil visualização.

Em caso de descumprimento, o estabelecimento estaria sujeito à multa.


Coleta seletiva já existe

Balneário Camboriú já conta com coleta seletiva, vinculada ao contrato da coleta de resíduos, através da Ambiental, em 100% da cidade.

Caminhões da empresa passam todas as semanas, em dias específicos, em frente à casa das pessoas recolhendo os recicláveis. Há inclusive em andamento, um projeto de construção de uma nova usina de reciclagem, que dará espaço para cooperativas diversas.

Detalhes sobre a coleta em cada rua e solicitação de material de identificação gratuito podem ser requisitados pelo telefone (47) 3169-2900.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Probst quer criar nova obrigatoriedade para supermercados

Coleta seletiva já existe na cidade

Publicidade

Terça, 5/2/2019 7:41.

O vereador de Balneário Camboriú Nilson Probst (MDB) protocolou um projeto que onera o empresariado local. Ele quer que todos os supermercados ofereçam estrutura para recolher garrafas PET, mesmo os munícipes tendo o serviço da coleta seletiva disponível na cidade.

Na justificativa do projeto Probst dá a entender que seria uma forma de incentivar a cultura da separação do lixo.

Caso a obrigatoriedade seja aprovada, os supermercados teriam 120 dias para se adaptarem às normas, instalando estruturas para acondicionar o volume trazido pela população. Ela ainda determina que os coletores devem ficar em local acessível e de fácil visualização.

Em caso de descumprimento, o estabelecimento estaria sujeito à multa.


Coleta seletiva já existe

Balneário Camboriú já conta com coleta seletiva, vinculada ao contrato da coleta de resíduos, através da Ambiental, em 100% da cidade.

Caminhões da empresa passam todas as semanas, em dias específicos, em frente à casa das pessoas recolhendo os recicláveis. Há inclusive em andamento, um projeto de construção de uma nova usina de reciclagem, que dará espaço para cooperativas diversas.

Detalhes sobre a coleta em cada rua e solicitação de material de identificação gratuito podem ser requisitados pelo telefone (47) 3169-2900.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade