Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Deputado Onir Mocellin visitou o Página 3
Marlise Schneider Cezar.
O deputado foi recebido pelo editor do Página 3, Waldemar Cezar Neto

Sexta, 8/2/2019 14:44.

O Coronel Onir Mocellin, recém empossado deputado estadual por Santa Catarina, visitou o Página 3 nesta sexta-feira com o objetivo de estreitar relacionamento.

Morador de Itajaí, ex-comandante do Corpo de Bombeiros em Santa Catarina, ele foi o nono candidato a deputado estadual mais votado com 45.086 votos.

Candidato pelo PSL, ele obteve votos em todas as regiões. Em Balneário Camboriú foram 3.234.

OTIMISMO

Mocellin acredita que a austeridade administrativa com a consequente redução do desperdício, pode equilibrar o caixa do Estado e permitir que o novo governador realize investimentos.

Ele citou exemplos de empreguismo e má administração da máquina pública.

Disse também que vai se empenhar para que o centro de eventos de Balneário Camboriú entre em funcionamento o mais rápido possível e que concorda que a administração daquele equipamento seja privada.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Deputado Onir Mocellin visitou o Página 3

Marlise Schneider Cezar.
O deputado foi recebido pelo editor do Página 3, Waldemar Cezar Neto
O deputado foi recebido pelo editor do Página 3, Waldemar Cezar Neto
Sexta, 8/2/2019 14:44.

O Coronel Onir Mocellin, recém empossado deputado estadual por Santa Catarina, visitou o Página 3 nesta sexta-feira com o objetivo de estreitar relacionamento.

Morador de Itajaí, ex-comandante do Corpo de Bombeiros em Santa Catarina, ele foi o nono candidato a deputado estadual mais votado com 45.086 votos.

Candidato pelo PSL, ele obteve votos em todas as regiões. Em Balneário Camboriú foram 3.234.

OTIMISMO

Mocellin acredita que a austeridade administrativa com a consequente redução do desperdício, pode equilibrar o caixa do Estado e permitir que o novo governador realize investimentos.

Ele citou exemplos de empreguismo e má administração da máquina pública.

Disse também que vai se empenhar para que o centro de eventos de Balneário Camboriú entre em funcionamento o mais rápido possível e que concorda que a administração daquele equipamento seja privada.
 

Publicidade

Publicidade