Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Expulsão de vereadores do MDB não ocasionará perda de mandatos

Sábado, 26/10/2019 8:03.
Divulgação CVBC.
O vereador Arlindo, um dos "expulsos", concedendo entrevista ao Luiz Carlos Tigrão.

Publicidade

O anúncio por parte do MDB local que estão expulsos os vereadores Arlindo Cruz, Roberto Souza Jr. e Marcos Kurtz não terá efeito algum sobre os mandatos dos parlamentares, eles continuarão normalmente na vereança até o final de 2020.

O entendimento do Tribunal Superior Eleitoral é pacífico no sentido que a expulsão não gera perda do mandato.

ESPERANDO

Os três vereadores disseram que aguardam ser notificados oficialmente para reagir. Eles sabem que a expulsão foi ilegal, não foram seguidos os trâmites previstos no estatuto partidário e em qualquer hipótese cabe recurso à direção estadual.

De toda forma é provável que os três deixem o partido porque o clima interno se tornou insustentável.

Quem quiser concorrer em 2020 precisa se filiar a um partido até abril do ano que vem, seis meses antes da eleição municipal


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação CVBC.
O vereador Arlindo, um dos
O vereador Arlindo, um dos "expulsos", concedendo entrevista ao Luiz Carlos Tigrão.

Expulsão de vereadores do MDB não ocasionará perda de mandatos

Publicidade

Sábado, 26/10/2019 8:03.

O anúncio por parte do MDB local que estão expulsos os vereadores Arlindo Cruz, Roberto Souza Jr. e Marcos Kurtz não terá efeito algum sobre os mandatos dos parlamentares, eles continuarão normalmente na vereança até o final de 2020.

O entendimento do Tribunal Superior Eleitoral é pacífico no sentido que a expulsão não gera perda do mandato.

ESPERANDO

Os três vereadores disseram que aguardam ser notificados oficialmente para reagir. Eles sabem que a expulsão foi ilegal, não foram seguidos os trâmites previstos no estatuto partidário e em qualquer hipótese cabe recurso à direção estadual.

De toda forma é provável que os três deixem o partido porque o clima interno se tornou insustentável.

Quem quiser concorrer em 2020 precisa se filiar a um partido até abril do ano que vem, seis meses antes da eleição municipal


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade