- Publicidade -
- Publicidade -
17 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Câmara manteve veto em projeto que pedia fim de cobrança do rotativo em feriados

Projeto do mesmo vereador que pedia mais informações nas placas da cidade também foi vetado

Foi aprovado, na sessão de terça-feira (22) da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, o veto do prefeito Fabrício Oliveira ao projeto do vereador André Meirinho, aprovado ainda em setembro pelo Legislativo, que tratava do fim da cobrança do estacionamento rotativo aos feriados, já que aos domingos isso acontece. O vereador Meirinho falou sobre o veto. Acompanhe abaixo.

O vereador responsável pelo projeto vetado, André Meirinho, destacou que hoje o estacionamento rotativo não possui cobrança aos domingos, mas que aos feriados é diferente. “Por incrível que pareça, no feriado paga. Mas quem de bom senso vai saber que se no domingo não paga, feriado paga? Muita gente leva multa porque não sabe, porque é questão de bom senso. O prefeito fez decreto sobre não ser cobrado aos domingos, eu apresentei PL na Câmara para valer também nos feriados, foi aprovado, o prefeito vetou e os vereadores da base mantiveram o veto”, disse.

Meirinho destacou que o seu projeto visava fazer a correção, porque seria algo óbvio que se não há cobrança domingo, também não há nos feriados. 

- Publicidade -

“Hoje deixam as pessoas receberem multa indevidamente porque feriado e domingo é o mesmo entendimento. Não derrubaram o veto, continua isso, e as pessoas continuarão sendo multadas”, pontuou. 

Mais um veto em projeto do vereador

Também na sessão de terça-feira (22) foi vetado o PL de Meirinho, também aprovado em setembro, que dispunha de mais informações nas placas das cidades, como informações sucintas sobre a personalidade homenageada, o fato aludido ou a lógica da numeração. 

“Seria um resgate histórico, quem é a pessoa homenageada (exemplo: Av. Normando Tedesco), ou na Av. Central explicação sobre ruas com números ímpares e pares… sugeri também código QR com informações de turismo. A ideia era que as nossas placas se modernizassem, o PL foi aprovado e veio o veto do prefeito, que não foi derrubado, informando que não podemos legislar sobre isso, sendo que tinha no PL informando entendimento sobre a questão financeira, de que não precisava ser feito já, etc.”, informa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -