Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Rapidinhas
Filipinho vence repescagem e segue na disputa pelo título mundial no surfe

Domingo, 16/12/2018 20:15.

Publicidade

(UOL/FOLHAPRESS) - Depois de dois dias sem disputas por conta da condição do mar em Pipeline (Havaí), a última etapa do Circuito Mundial de Surfe (WCT) 2018 retornou neste domingo (16) com a presença de Filipe Toledo logo na primeira bateria do round 2. O brasileiro, que precisou disputar a repescagem após cair no round 1, venceu o havaiano Benji Brand e segue vivo na disputa pelo título.

Filipinho é o segundo no ranking mundial, igualado com o australiano Julian Wilson, enquanto o líder é o também brasileiro Gabriel Medina, que só depende de si e será campeão se chegar à final em Pipe, independentemente dos resultados dos outros dois concorrentes. Julian e Medina já estão garantidos no round 3, que será disputado ainda neste domingo.

Na primeira bateria do dia, o surfista de Ubatuba abriu a disputa contra Brand com um belo tubo e recebeu nota 8,00. Depois, levou a virada do havaiano e perdia restando menos de 2 minutos para o final, quando Filipinho pegou um tubo pequeno, mas suficiente para retomar a liderança e seguir vivo na corrida pelo título. No fim, ele ficou com 12,70 (8,00 e 4,70), contra 11,76 de Brand (7,33 e 4,43). 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Filipinho vence repescagem e segue na disputa pelo título mundial no surfe

Publicidade

Domingo, 16/12/2018 20:15.

(UOL/FOLHAPRESS) - Depois de dois dias sem disputas por conta da condição do mar em Pipeline (Havaí), a última etapa do Circuito Mundial de Surfe (WCT) 2018 retornou neste domingo (16) com a presença de Filipe Toledo logo na primeira bateria do round 2. O brasileiro, que precisou disputar a repescagem após cair no round 1, venceu o havaiano Benji Brand e segue vivo na disputa pelo título.

Filipinho é o segundo no ranking mundial, igualado com o australiano Julian Wilson, enquanto o líder é o também brasileiro Gabriel Medina, que só depende de si e será campeão se chegar à final em Pipe, independentemente dos resultados dos outros dois concorrentes. Julian e Medina já estão garantidos no round 3, que será disputado ainda neste domingo.

Na primeira bateria do dia, o surfista de Ubatuba abriu a disputa contra Brand com um belo tubo e recebeu nota 8,00. Depois, levou a virada do havaiano e perdia restando menos de 2 minutos para o final, quando Filipinho pegou um tubo pequeno, mas suficiente para retomar a liderança e seguir vivo na corrida pelo título. No fim, ele ficou com 12,70 (8,00 e 4,70), contra 11,76 de Brand (7,33 e 4,43). 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade