Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Rapidinhas
Marieta e destaque na doação de órgãos

Terça, 13/11/2018 17:24.

Publicidade

O hospital Marieta está entre os cinco maiores de Estado na captação e doação de órgãos. Na captação de córneas é o primeiro do ranking e atua lado a lado com algumas instituições na captação de outros órgãos. A homenagem foi feita pela Central Estadual de Transplantes de Santa Catarina (SC Transplantes) durante o 21º Curso Estadual de Coordenadores Hospitalares de Transplantes

Santa Catarina é o terceiro Estado com o maior número de doações efetivas, ficando atrás apenas de São Paulo e Paraná, respectivamente. O número de doadores de órgãos no Estado catarinense segue em uma crescente nos últimos anos. Em 2015 foram 203 doadores, em 2016 o número foi de 251 e em 2017 chegou a 282.

Uma equipe interna, chamada de Comissão Intra-Hospital de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), formada por enfermeiros e psicóloga, trabalha para dar suporte aos familiares dos pacientes com morte cerebral, o que garante a efetividade das doações. Há pouco mais de um mês, a unidade realizou o primeiro transplante de rins de sua história.

“A abertura deste procedimento no Hospital Marieta cria um caminho para mais uma vocação. Já somos o hospital que mais capta órgãos em Santa Catarina”, disse a diretora geral, Irmã Mercia Lemes.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Marieta e destaque na doação de órgãos

Publicidade

Terça, 13/11/2018 17:24.

O hospital Marieta está entre os cinco maiores de Estado na captação e doação de órgãos. Na captação de córneas é o primeiro do ranking e atua lado a lado com algumas instituições na captação de outros órgãos. A homenagem foi feita pela Central Estadual de Transplantes de Santa Catarina (SC Transplantes) durante o 21º Curso Estadual de Coordenadores Hospitalares de Transplantes

Santa Catarina é o terceiro Estado com o maior número de doações efetivas, ficando atrás apenas de São Paulo e Paraná, respectivamente. O número de doadores de órgãos no Estado catarinense segue em uma crescente nos últimos anos. Em 2015 foram 203 doadores, em 2016 o número foi de 251 e em 2017 chegou a 282.

Uma equipe interna, chamada de Comissão Intra-Hospital de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), formada por enfermeiros e psicóloga, trabalha para dar suporte aos familiares dos pacientes com morte cerebral, o que garante a efetividade das doações. Há pouco mais de um mês, a unidade realizou o primeiro transplante de rins de sua história.

“A abertura deste procedimento no Hospital Marieta cria um caminho para mais uma vocação. Já somos o hospital que mais capta órgãos em Santa Catarina”, disse a diretora geral, Irmã Mercia Lemes.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade