Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Nilson Probst quer saber sobre Plano Diretor
Divulgação CVBC

Quinta, 8/11/2018 15:03.

Foram encaminhados dois pedidos de informações ao Executivo, de autoria do vereador Nilson Probst (MDB), durante a sessão legislativa desta quarta-feira (7). O edil quer saber quando o governo vai enviar o projeto do Plano Diretor para votação.

Ele contou que quando assumiu, o governo Fabrício Oliveira solicitou que a revisão não fosse votada, para que fosse analisada pela atual gestão e posteriormente enviada ao Legislativo, mas até agora, quase dois anos depois, o projeto ainda não foi encaminhado.

Nilson também quer que a prefeitura tenha transparência sobre a Lei Complementar n° 27/2018, sancionada em agosto, e que permitiu o pagamento de créditos públicos como IPTU, com bens imóveis. O vereador quer saber quantos e quais terrenos já foram repassados ao município mediante esta lei.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Especial

Festival de música eletrônica reuniu milhares de pessoas na virada do ano, em Rio Negrinho


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Nilson Probst quer saber sobre Plano Diretor

Divulgação CVBC
Quinta, 8/11/2018 15:03.

Foram encaminhados dois pedidos de informações ao Executivo, de autoria do vereador Nilson Probst (MDB), durante a sessão legislativa desta quarta-feira (7). O edil quer saber quando o governo vai enviar o projeto do Plano Diretor para votação.

Ele contou que quando assumiu, o governo Fabrício Oliveira solicitou que a revisão não fosse votada, para que fosse analisada pela atual gestão e posteriormente enviada ao Legislativo, mas até agora, quase dois anos depois, o projeto ainda não foi encaminhado.

Nilson também quer que a prefeitura tenha transparência sobre a Lei Complementar n° 27/2018, sancionada em agosto, e que permitiu o pagamento de créditos públicos como IPTU, com bens imóveis. O vereador quer saber quantos e quais terrenos já foram repassados ao município mediante esta lei.

Publicidade

Publicidade