Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Rapidinhas
Curso de Habilitação em Atletismo

Quinta, 4/10/2018 17:00.
Divulgação
Gevelyn, de amarelo, foi a única representante local

Publicidade

A técnica Gévelyn de Almeida foi a única representante de Balneário Camboriú no Curso de Habilitação Técnica Nível 3 de Atletismo oferecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. De Santa Catarina apenas cinco professores participaram do curso em São Paulo, Joinville (2), Lages, Balneário Camboriú e Blumenau.

“Uma honra poder estar adquirindo conhecimento com mestres do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). De extrema importância a participação porque os atletas que atendo serão acompanhados pelo CPB em suas periodizações e ele selecionará atletas alvo, de acordo com seus resultados e com a avaliação do treinador e eles poderão ser convidados para integrar os treinos da seleção brasileira durante os treinamentos para o Open Internacional e Parapan 2019”, explicou Gévelyn.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinião

"Com estes valores, nenhuma unidade de saúde consegue se manter como PORTA ABERTA"


Cidade

Prefeitura é dona de terreno, próximo ao local, que poderia receber o Mercado


Brasil


Política

O vereador aproveitou que estava em Brasília pra falar sobre o saneamento básico de Camboriú


Cidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Curso de Habilitação em Atletismo

Divulgação
Gevelyn, de amarelo, foi a única representante local
Gevelyn, de amarelo, foi a única representante local

Publicidade

Quinta, 4/10/2018 17:00.

A técnica Gévelyn de Almeida foi a única representante de Balneário Camboriú no Curso de Habilitação Técnica Nível 3 de Atletismo oferecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. De Santa Catarina apenas cinco professores participaram do curso em São Paulo, Joinville (2), Lages, Balneário Camboriú e Blumenau.

“Uma honra poder estar adquirindo conhecimento com mestres do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). De extrema importância a participação porque os atletas que atendo serão acompanhados pelo CPB em suas periodizações e ele selecionará atletas alvo, de acordo com seus resultados e com a avaliação do treinador e eles poderão ser convidados para integrar os treinos da seleção brasileira durante os treinamentos para o Open Internacional e Parapan 2019”, explicou Gévelyn.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade