Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Rapidinhas
Segurança em pauta na CDL

Segunda, 10/9/2018 10:23.
Lu Zonta
O comandante Evaldo em reunião na CDL

Publicidade

Comerciantes estão preocupados com a falta de segurança e diante desta realidade, a direção da da Câmara de Dirigentes Lojistas de Balneário Camboriú (CDLBC) reuniu-se com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Evandro Hoffman, em busca de solução. Ele disse que acidentes de trânsito, perturbação do sossego alheio, roubo e violência doméstica são as ocorrências com maior incidência na cidade. Do total de casos, mais de 40% ocorrem no centro, mas os bairros com maior potencial ofensivo são Nações e Municípios.

Segundo o comandante, até o início da temporada a Polícia Militar vai praticamente dobrar o número de câmeras de monitoramento de Balneário Camboriú, das atuais 51 para 100.

A presidente da CDL, Eliane Colla e diretores presentes à reunião disseram que os comerciantes da cidade convivem quase que diariamente com furtos e falta de segurança nas ruas, principalmente em regiões como a Avenida Atlântica e as marginais da BR-101.

O comandante também destacou o projeto piloto de integração com os comerciantes da Quarta Avenida. Pelo projeto, vai ser possível integrar as câmaras de monitoramento do comércio com a central de monitoramento da PM em tempo real.

Ele falou sobre a importância do uso das novas tecnologias no combate à criminalidade e reconheceu a necessidade de um efetivo maior.

Balneário Camboriú tem 174 policiais entre administrativos e em operação nas ruas, número bem menor que os 257 que a cidade possuía quando foi criado o Batalhão em 2002.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Segurança em pauta na CDL

Lu Zonta
O comandante Evaldo em reunião na CDL
O comandante Evaldo em reunião na CDL

Publicidade

Segunda, 10/9/2018 10:23.

Comerciantes estão preocupados com a falta de segurança e diante desta realidade, a direção da da Câmara de Dirigentes Lojistas de Balneário Camboriú (CDLBC) reuniu-se com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Evandro Hoffman, em busca de solução. Ele disse que acidentes de trânsito, perturbação do sossego alheio, roubo e violência doméstica são as ocorrências com maior incidência na cidade. Do total de casos, mais de 40% ocorrem no centro, mas os bairros com maior potencial ofensivo são Nações e Municípios.

Segundo o comandante, até o início da temporada a Polícia Militar vai praticamente dobrar o número de câmeras de monitoramento de Balneário Camboriú, das atuais 51 para 100.

A presidente da CDL, Eliane Colla e diretores presentes à reunião disseram que os comerciantes da cidade convivem quase que diariamente com furtos e falta de segurança nas ruas, principalmente em regiões como a Avenida Atlântica e as marginais da BR-101.

O comandante também destacou o projeto piloto de integração com os comerciantes da Quarta Avenida. Pelo projeto, vai ser possível integrar as câmaras de monitoramento do comércio com a central de monitoramento da PM em tempo real.

Ele falou sobre a importância do uso das novas tecnologias no combate à criminalidade e reconheceu a necessidade de um efetivo maior.

Balneário Camboriú tem 174 policiais entre administrativos e em operação nas ruas, número bem menor que os 257 que a cidade possuía quando foi criado o Batalhão em 2002.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade