Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

São Joaquim tornou-se a Capital Nacional da Maçã

Quinta, 10/1/2019 10:52.

Na semana passada o presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que reconhece São Joaquim como a Capital Nacional da Maçã. Santa Catarina é o maior produtor da fruta do Brasil e boa parte da produção está concentrada em São Joaquim.

O projeto para conceder o título de Capital Nacional da Maçã foi proposto em 2012 pelo deputado federal Ronaldo Benedet.

A maçã é um dos destaques do agronegócio catarinense. O estado conta com 2.992 produtores (grande parte da agricultura familiar). 75% da safra esperada serão produzidos em São Joaquim. O município é hoje responsável por 35% da produção e da área plantada do Brasil.

A produção de maçã em São Joaquim iniciou na década de 70 e a fruta se adaptou perfeitamente ao clima da região.

“Mesmo num país tropical, São Joaquim tem uma condição climática diferenciada. Temos um inverno rigoroso e verões amenos, com noites frias. Isso garante frutas mais doces, com melhor coloração, mais sabor e um período maior de conservação”, explica o gerente de Extensão Rural da Epagri de São Joaquim, Marcelo de Liz.

 

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

São Joaquim tornou-se a Capital Nacional da Maçã

Publicidade

Quinta, 10/1/2019 10:52.

Na semana passada o presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que reconhece São Joaquim como a Capital Nacional da Maçã. Santa Catarina é o maior produtor da fruta do Brasil e boa parte da produção está concentrada em São Joaquim.

O projeto para conceder o título de Capital Nacional da Maçã foi proposto em 2012 pelo deputado federal Ronaldo Benedet.

A maçã é um dos destaques do agronegócio catarinense. O estado conta com 2.992 produtores (grande parte da agricultura familiar). 75% da safra esperada serão produzidos em São Joaquim. O município é hoje responsável por 35% da produção e da área plantada do Brasil.

A produção de maçã em São Joaquim iniciou na década de 70 e a fruta se adaptou perfeitamente ao clima da região.

“Mesmo num país tropical, São Joaquim tem uma condição climática diferenciada. Temos um inverno rigoroso e verões amenos, com noites frias. Isso garante frutas mais doces, com melhor coloração, mais sabor e um período maior de conservação”, explica o gerente de Extensão Rural da Epagri de São Joaquim, Marcelo de Liz.

 

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade