Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Rapidinhas
Justiça do Trabalho reconhece acordos de convenções coletivas

Sexta, 11/1/2019 13:57.

Publicidade

O Sindilojas comemora a manutenção da possibilidade do comércio de Balneário Camboriú abrir nos domingos e feriados, conforme convenção coletiva firmada em agosto do ano passado

A Justiça do Trabalho vem reconhecendo os acordos feito entre empresários e trabalhadores do comércio.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú e Camboriú (Sindilojas), Helio Dagnoni, explica que a reforma fortaleceu as negociações coletivas de trabalho, reconhecendo a prevalência do teor de convenções e acordos coletivos sobre a lei.

Em Balneário, “entre 2018 e 2019, o varejo poderá trabalhar com empregados em mais de 10 feriados, além dos domingos, fazendo de cada data comemorativa uma oportunidade para o comércio”, destaca o presidente do Sindilojas, empresário Hélio Dagnoni.

Para assegurar os benefícios das cláusulas da convenção que tratam de Compensação e Banco de Horas (36ª), Intervalo para Refeições (37ª) e do Trabalho em Feriados (41ª), no entanto, é necessário que as empresas façam o pagamento integral da Contribuição Assistencial Patronal, prevista na 44ª cláusula da convenção.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Justiça do Trabalho reconhece acordos de convenções coletivas

Publicidade

Sexta, 11/1/2019 13:57.

O Sindilojas comemora a manutenção da possibilidade do comércio de Balneário Camboriú abrir nos domingos e feriados, conforme convenção coletiva firmada em agosto do ano passado

A Justiça do Trabalho vem reconhecendo os acordos feito entre empresários e trabalhadores do comércio.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú e Camboriú (Sindilojas), Helio Dagnoni, explica que a reforma fortaleceu as negociações coletivas de trabalho, reconhecendo a prevalência do teor de convenções e acordos coletivos sobre a lei.

Em Balneário, “entre 2018 e 2019, o varejo poderá trabalhar com empregados em mais de 10 feriados, além dos domingos, fazendo de cada data comemorativa uma oportunidade para o comércio”, destaca o presidente do Sindilojas, empresário Hélio Dagnoni.

Para assegurar os benefícios das cláusulas da convenção que tratam de Compensação e Banco de Horas (36ª), Intervalo para Refeições (37ª) e do Trabalho em Feriados (41ª), no entanto, é necessário que as empresas façam o pagamento integral da Contribuição Assistencial Patronal, prevista na 44ª cláusula da convenção.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade