Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Correios emite nota sobre paralisação em Balneário Camboriú
Reprodução

Quarta, 30/1/2019 15:11.

Funcionários da agência dos Correios da Avenida Brasil, de Balneário Camboriú, fizeram uma paralisação dos atendimentos nesta quarta-feira (30), em protesto contra a falta de ar condicionado.

Eles alegam que houve descaso da empresa para providenciar o reparo e que funcionários e clientes estariam em situações desconfortáveis por causa do calor dos últimos dias.

Em nota, a assessoria dos Correios informou que “como a empresa contratada para a manutenção do aparelho não conseguiu fazer o reparo, os Correios estão buscando outro fornecedor; no entanto, em virtude da alta demanda pelo serviço no verão, há dificuldades em encontrar outra empresa especializada. Foi dada prioridade para resolver a situaçã. Em paralelo ao conserto do ar condicionado, os Correios negociam o retorno dos empregados da agência durante o decorrer do dia. A empresa também já sinalizou a proposta de, até se resolver a questão, reduzir o horário de atendimento das 9h às 13h, evitando, assim, o trabalho nos horários de intenso calor”.

Os Correios destacaram que não se trata de greve e sim de uma “paralisação isolada” em relação ao problema apresentado.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Correios emite nota sobre paralisação em Balneário Camboriú

Reprodução

Publicidade

Quarta, 30/1/2019 15:11.

Funcionários da agência dos Correios da Avenida Brasil, de Balneário Camboriú, fizeram uma paralisação dos atendimentos nesta quarta-feira (30), em protesto contra a falta de ar condicionado.

Eles alegam que houve descaso da empresa para providenciar o reparo e que funcionários e clientes estariam em situações desconfortáveis por causa do calor dos últimos dias.

Em nota, a assessoria dos Correios informou que “como a empresa contratada para a manutenção do aparelho não conseguiu fazer o reparo, os Correios estão buscando outro fornecedor; no entanto, em virtude da alta demanda pelo serviço no verão, há dificuldades em encontrar outra empresa especializada. Foi dada prioridade para resolver a situaçã. Em paralelo ao conserto do ar condicionado, os Correios negociam o retorno dos empregados da agência durante o decorrer do dia. A empresa também já sinalizou a proposta de, até se resolver a questão, reduzir o horário de atendimento das 9h às 13h, evitando, assim, o trabalho nos horários de intenso calor”.

Os Correios destacaram que não se trata de greve e sim de uma “paralisação isolada” em relação ao problema apresentado.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade