Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Robô vira atendente de hotel cinco estrelas em área nobre de São Paulo

Sábado, 5/1/2019 10:32.

ELAINE GRANCONATO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O robô Phil Welcome é o novo contratado do quadro de 145 funcionários do hotel Pullman, na Vila Olímpia, região oeste de São Paulo, instalado em área nobre da cidade, com diárias que vão de R$ 600 a R$ 1.600. Ele exerce a função de concierge (porteiro) no hotel cinco estrelas.

Desde a última quinta-feira, Phil está no lobby do hotel para desenvolver suas funções e dar boas-vindas aos hóspedes. Inicialmente, em português, o que é um ponto positivo. Nos próximos dias, o novo concierge também se comunicará em inglês. A proposta é que o robô, antes de tudo, interaja com os clientes, principalmente o público infantil.

Com cerca de um metro de altura, Phil está dotado de inteligência artificial, através de plataforma desenvolvida pela startup PluginBot. Assim é capaz de executar tarefas de forma autônoma para exercer suas funções de concierge. Entre elas, fornecer informações sobre a hospedagem, tais como, o horário do café da manhã e onde fica a academia do hotel.

No total, o robô já aprendeu 300 interações pré-programadas. "Phil é um concierge em fase de aprendizagem. Em breve, ele será capaz de fazer o reconhecimento facial dos hóspedes", adianta Erwan Le Goff, vice-presidente de Tecnologia da Informação da AccorHotels América do Sul.

Antes disso, Phil dá dicas aos hóspedes de passeios na cidade, além de detalhes pessoais.

REBECA

Além do apaixonado Phil, há também a Rebeca Berrini no recém-inaugurado hotel de luxo Ramada Encore Berrini, no Itaim Bibi (zona oeste).

Com direito a crachá de identificação e formato humanoide, ela também está focada no atendimento a hóspedes e repassa indicações de restaurantes e passeios na região a dicas de acesso à rede wi-fi.

Para ser servido pela robô, o hóspede tem de se aproximar dela e dizer o que precisa. Porém, Rebeca não atende a pedidos de itens. As diárias no hotel variam de R$ 280 a R$ 350. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Robô vira atendente de hotel cinco estrelas em área nobre de São Paulo

Publicidade

Sábado, 5/1/2019 10:32.

ELAINE GRANCONATO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O robô Phil Welcome é o novo contratado do quadro de 145 funcionários do hotel Pullman, na Vila Olímpia, região oeste de São Paulo, instalado em área nobre da cidade, com diárias que vão de R$ 600 a R$ 1.600. Ele exerce a função de concierge (porteiro) no hotel cinco estrelas.

Desde a última quinta-feira, Phil está no lobby do hotel para desenvolver suas funções e dar boas-vindas aos hóspedes. Inicialmente, em português, o que é um ponto positivo. Nos próximos dias, o novo concierge também se comunicará em inglês. A proposta é que o robô, antes de tudo, interaja com os clientes, principalmente o público infantil.

Com cerca de um metro de altura, Phil está dotado de inteligência artificial, através de plataforma desenvolvida pela startup PluginBot. Assim é capaz de executar tarefas de forma autônoma para exercer suas funções de concierge. Entre elas, fornecer informações sobre a hospedagem, tais como, o horário do café da manhã e onde fica a academia do hotel.

No total, o robô já aprendeu 300 interações pré-programadas. "Phil é um concierge em fase de aprendizagem. Em breve, ele será capaz de fazer o reconhecimento facial dos hóspedes", adianta Erwan Le Goff, vice-presidente de Tecnologia da Informação da AccorHotels América do Sul.

Antes disso, Phil dá dicas aos hóspedes de passeios na cidade, além de detalhes pessoais.

REBECA

Além do apaixonado Phil, há também a Rebeca Berrini no recém-inaugurado hotel de luxo Ramada Encore Berrini, no Itaim Bibi (zona oeste).

Com direito a crachá de identificação e formato humanoide, ela também está focada no atendimento a hóspedes e repassa indicações de restaurantes e passeios na região a dicas de acesso à rede wi-fi.

Para ser servido pela robô, o hóspede tem de se aproximar dela e dizer o que precisa. Porém, Rebeca não atende a pedidos de itens. As diárias no hotel variam de R$ 280 a R$ 350. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade