Jornal Página 3

Gripe: veja os pontos de vacinação de BC e quem pode receber

Terça, 18/4/2017 9:11.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou nesta segunda-feira (17), mas até o dia 21, terão prioridade apenas pessoas com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Essa decisão considerou os públicos mais afetados pela doença em 2016 e no cronograma de distribuição anunciado pelo Ministério da Saúde.

A vacinação dos demais grupos prioritários inicia no dia 24 de abril.

São eles: crianças entre seis meses e menores de cinco anos, as gestantes, as puérperas - até 45 dias após o parto-, os trabalhadores de saúde, professores do ensino básico e superior das escolas públicas e privadas, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade, e os funcionários do sistema prisional.

O Dia D, data da mobilização nacional, acontece em 13 de maio.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 90% dos 60 milhões de brasileiros que compõem o público-alvo.

Pontos de vacinação em BC

Segundo a prefeitura, as vacinas podem ser aplicadas em todas as Unidades Básicas de Saúde de Balneário Camboriú, além do Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI), Núcleo de Atenção a Mulher (NAM) e Posto de Atenção Infantil (PAI).

“Para aplicar deve-se ter a carteirinha de vacinação em mãos. Para os portadores de doenças crônicas, é necessário levar também uma solicitação do médico”, afirma a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DEVE), Laís Emídio.


Publicidade


Colunistas
por Fernando Baumann
por Sonia Tetto
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Enéas Athanázio
Educação

Documemnto define o que as escolas brasileiras devem ensinar a cada ano 


Cidade

PIB cresceu forte sob Pavan e Spernau e desacelerou entre 2010 e 2015


Cidade

Crise econômica impacta negativamente nas contas públicas  


Cidade


Guia Legal BC

Banda se apresenta no dia 5 de janeiro


Geral

Consórcio pode ser o fato mais relevante desde que as duas cidades se separaram 53 anos atrás 


Publicidade